Analista sênior de mercado da eToro, Mati Greenspan diz que manipulação do mercado na recente queda do Bitcoin não é possível

Enquanto o mercado de criptomoedas apresentou esta semana uma alta volatididade que fez o valor do Bitcoin cair 10% e atingir o menos valor dos últimos 15 dias, Mati Greenspan, analista de mercado sênior da eToro, afirmou que o fato não tem ligação com manipulação de mercado.

A análise do especialista foi divulgada no blog oficial da empresa de investimentos digitais.

Greespan analisou o potencial de manipulação das chamadas "baleias" (grandes investidores) e disse que a recente queda não foi causada por estes grandes players.

O analista revelou que os mercados de criptomoedas estão agora na primavera e apresentam uma grande tendência de alta.

Em seu boletim, Greenspan analisou a recente queda do mercado, bem como a conjectura em torno do fato.

Uma teoria para a recente queda dos preços de US$ 9.000 para cerca de US$ 7.500 no preço do ativo digital defende que uma transação no valor de 25.160 BTC - um equivalente em dólares a aproximadamente US$ 213 milhões no momento da transferência - foi notada passando de uma carteira desconhecida para a Coinbase, aparentemente para realizar uma venda de grandes proporções.

A transação foi postada no Twitter pelo perfil Whale Alert (que monitora grandes transferências de criptomoedas).

Mais tarde, mais duas transações foram identificadas: uma no valor de 14.160 BTC, e uma transferência adicional de 11.000 BTC, totalizando 25.160 BTC - o mesmo valor que supostamente foi lançado no mercado pouco antes.

No entanto, desta vez, os fundos estavam voltando da Coinbase para a carteira desconhecida, aludindo à idéia de que a baleia havia comprado de volta a um preço mais baixo.

No entanto, Greenspan observou que esse pedido de US$ 213 milhões teria sido quase impossível de ser preenchido em qualquer exchange.

Além disso, o volume relatado pela Coinbase para o período da queda foi de apenas 2.000 BTC, dando ainda mais credibilidade à ideia de que isso era nada mais do que uma correção de mercado após uma alta prolongada.

Independentemente de se esta queda abrupta foi simplesmente uma resposta do mercado à recente parábola ou foi realmente manipulação de baleias, Greenspan observa que os “mercados de criptomoedas estão agora na primavera”.

“A primavera é realmente a melhor época também. O inverno foi brutal neste ciclo passado, mas eu não tenho certeza se devemos estar ansiosos pelo verão também ”, disse Greenspan.

Apesar de muitos olharem para o mercado com um olhar pessimista, o analista continua positivo acreditando que uma quebra acima de US$ 9 mil proporcionaria "mais aumentos de preços", ressaltando que estes poderiam ser "irrealistas e baseados exclusivamente no exagero", em outras palavras, insustentáveis.

Greenspan continua sugerindo que um boom de criptomoedas pode ser tão doloroso quanto um derretimento do mercado, observando várias razões pelas quais um rápido aumento no preço pode ter repercussões negativas:

“O último verão criptográfico foi provavelmente mais duro do que qualquer inverno. O mempool do Bitcoin foi inundado, os tempos de transação e as taxas passaram do teto. Sem mencionar que muitos sites de troca caíram devido ao tráfego pesado e vários deles tiveram que fechar suas portas para novos clientes ”.

Para Greenspan, é por isso que a primavera de criptografia é o melhor momento, com ganhos proporcionando sustentabilidade e os fundamentos que embasam os preços permanecem estáveis.

A eToro, empresa que nasceu no ambiente dos mercados tradicionais, vem aumentando sua presença no mercado de criptomoedas.

Conforme reportado pela Cointelegraph, a empresa recentemente anunciou uma plataforma para negociantes profissionais e o lançamento de oito moedas estáveis.