Lançado token 'Wrapped' baseado em Ethereum e apoiado pelo Bitcoin

O Wrapped Bitcoin (WBTC), um token baseado no Ethereum (ETH) e apoiado pelo Bitcoin (BTC), foi lançado hoje, 31 de janeiro, de acordo com um comunicado de imprensa no site da rede. A moeda é uma iniciativa conjunta da empresa de segurança blockchain BitGo, do protocolo de liquidez da Kyber Network entre outros.

A BitGo anunciou o desenvolvimento da moeda indexada a 1 por 1 com o Bitcoin em outubro de 2018. Um comunicado da empresa, em seguida, disse que o Wrapped Bitcoin vai fornecer aos usuários uma "grande variedade de novos casos de uso descentralizado, incluindo em exchanges descentralizadas (DEXs), como garantia para stablecoins ou empréstimos, para pagamentos e contratos inteligentes flexíveis dentro do ecossistema Ethereum.”

O WBTC é um token ERC-20, que são tokens projetados e usados ​​somente na plataforma Ethereum que é própria para a criação de novos tokens. Os tokens ERC-20 fornecem uma espécie de modelo, a partir do qual os desenvolvedores podem criar um novo token, poupando-os da codificação de uma nova cripto do zero.

O Wrapped Bitcoin supostamente permitirá novas aplicações e casos de uso para o Bitcoin na rede Ethereum. Um comunicado de imprensa da rede WBTC afirma que “Ao trazer a liquidez do Bitcoin para a Ethereum, o WBTC também possibilita que os traders usem o valor do Bitcoin para negociações de token em exchanges descentralizadas”.

O comunicado de imprensa também diz que todos os contratos inteligentes do WBTC foram auditados por empresas terceirizadas. Ele afirma ainda que a prova de reservas suficientes para garantir a proporção exata de 1 para 1 do WBTC cunhado com o BTC é observável na cadeia.

Os dados de preços para o WBTC estão agora disponíveis no CoinMarketCap. Até o momento desta publicação, a moeda está sendo negociada a US$ 3.504,98, um pouco acima do Bitcoin, que está sendo negociado a US$ 3.501,28.

Em setembro de 2018, a BitGo se tornou um custodiante certificado de cripto através da aquisição de uma carta de empresa fiduciária estadual no estado americano de Dakota do Sul. Como tal, a firma subsequentemente ficou sujeita a supervisão regulatória em conformidade com as políticas de Conheça seu Cliente (KYC) e de combate à lavagem de dinheiro (AML).