Após plano de reestruturação, ConsenSys demite funcionários no Brasil

A ConsenSys, empresa norte-americana que desenvolve softwares e aplicações que operam na blockchain do Ethereum, reduziu drasticamente suas operações na América Latina, dizem fontes próximas à companhia.

A reestruturação da ConsenSys nos países latinos, inclusiven o Brasil, é mais um capítulo da recente crise no preço das criptmoedas e acontece devido a um plano de reestruturação da empresa.

“Todos os funcionários da ConsenSys no Brasil foram demitidos”, disse um ex-funcionário da empresa ouvido pelo Cointelegraph que preferiu não se identificar. 

No início do mês, o Cointelegraph já havia mostrado que Joseph Lubin, fundador e CEO da empresa, divulgara o que ele chamava de "ConsenSys 2.0", que indicava uma mudança na estratégia da companhia.

Na época, ele não descartava demissões, mas elas ainda não tinha sido confirmadas.

"Nós realmente estamos passando por uma reorganização e isso afetou funcionários no mundo todo. Mas não encerramos as operações no Brasil ou na América Latina, e inclusive ainda temos funcionários e desenvolvedores trabalhando com a gente na região", disse o porta-voz da empresa James Beck.

A queda acentuada no preço do Ethereum é apontado como a principal causa para a reestruturação da empresa - a desvalorização da criptomoeda em 2018 chega a mais de 90%.