Cada Bitcoin poderia valer US$ 619.047 em 10 anos: Colaborador da Forbes

O Bitcoin primeiro foi negociado em 2009 por metade de um cent cada. Em apenas oito anos, ele chegou ao seu ponto máximo de US$ 4.477.

Temos testemunhado um número espetacular de quebras nos mercados de ações ao longo do último século.

Um deles é o crash histórico da NASDAQ de 2000-2002, seguindo a bolha do pontocom. O índice caiu inacreditáveis 78 % durante este período de dois anos e, finalmente teve uma baixa de 6 anos.

Nos anos que se seguiram o mercado se recuperou e, eventualmente, alcançou novos picos. Hoje, ele cresce 26 por cento dos seus pontos com picos e 486 por cento do seu ponto mais baixo.

Este excepcional mercado de urso, e o touro que se seguiu, fizeram disso um caso regular de estudos em finanças. Também é um grande lembrete de que, não importa o quão maduro seja o mercado, falhas e recuperações acontecem.

Nasdaq

- NASDAQ recuperou 482% de seu ponto mais baixo e excedeu seus picos anteriores

Forças e fraquezas

O Bitcoin deriva o valor intrínseco da natureza do seu projeto. É resistente à censura, imutável e não pode ser falsificado.

Essas qualidades o tornam o rei das criptomoedas, particularmente adequado às exigências de um mundo sempre em mudança.

Dada a enorme popularidade e disponibilidade de Bitcoin em todos os continentes, os empresários estão lançando produtos focados especificamente nesses mercados.

Mesmo os principais meios de comunicação começaram a se render, com o Wall Street Journal e a CNBC cobrindo o Bitcoin extensivamente.

Apesar desses desenvolvimentos positivos, o Bitcoin ainda enfrenta extrema volatilidade e pressão especulativa.

Os investidores estão constantemente se movendo para dentro e para fora de seus negócios e esta é uma das principais razões pelas quais a volatilidade do Bitcoin persiste.

A inovação financeira acabará por trazer mais produtos, como os fundos negociados em bolsa (ETFs) e os mercados de futuros regulamentados. Isso provavelmente afetará a infeliz volatilidade do Bitcoin.

Naeem Aslam, Negociante e Contribuidor da Forbes, calcula:

"Há um total de 20999999.9769 BTC, ou em termos simples, existem cerca de 21 milhçoes de Bitcoins. Nos próximos 10 anos, se a demanda de Bitcoin aumentar em apenas quatro por cento ... você tira quatro por cento desse valor da demanda global (valor de capitalização do mercado mundial = US$ 72,3 trilhões + mercado global de imóveis gerenciados profissionalmente = 7,4 trilhões + dívida global = US$ 199 trilhões + MSCI All Country World Index Market Cap = US$ 50.025 trilhões), e você tem o preço de cada Bitcoin em US$ 619.047. No entanto, se o fornecimento de Bitcoin for ilimitado, o que é viável - porque em agosto também tivemos um evento de fork que deu origem ao Bitcoin Cash - as coisas mudariam substancialmente. O valor do novo Bitcoin Cash por enquanto é de aproximadamente US$ 5 bilhões. Se o fornecimento não for limitado, a base central da criptomoeda mudaria e vários elementos viriam em par com as moedas do banco central".


Siga-nos no Facebook