Moeda digital apoiada pelo governo de Dubai terá seu próprio sistema de pagamento

Os consumidores em Dubai poderão em breve usar a moeda digital para pagar por bens, serviços e utilidades após uma nova parceria do governo, um comunicado de imprensa confirmou na terça-feira, 9 de outubro.

O acordo entre a emcredit, subsidiária do Departamento de desenvolvimento econômico de Dubai, o provedor de pagamento de blockchain Pundi X e seu parceiro Ebooc Fintech & Loyalty Labs LLC facilitarão os pagamentos do ponto de venda (PoS) na moeda emcash da emcredit.

O Ebooc fornecerá terminais PoS para pagamentos em lojas, enquanto o Pundi X planeja lançar 100.000 unidades globalmente nos próximos três anos, segundo o comunicado à imprensa.

Emcash é atrelado à moeda fiduciária dos Emirados Árabes Unidos (EAU), o dirham.

“Nós […] imaginamos que os consumidores em Dubai podem fazer pagamentos em tempo real usando a moeda digital de Dubai para todas as suas necessidades de pagamento, pagando taxas extras,” Abdalla Al Shamsi, CEO DFP e co-fundador do Ebooc comentou no comunicado de imprensa.

Dubai continua a se posicionar como um inovador na área de blockchain no nível estadual, com vários esquemas em andamento como parte de seu objetivo de tornar-se uma cidade que funciona 100% através de blockchain até 2020.

Os planos de implantação do emcash surgiram em setembro do ano passado, informou a Cointelegraph, os detalhes completos sobre a rede de pagamento vão seguir no final deste ano financeiro.

Enquanto isso, o Pundi X tornou-se o foco de atenção indesejada em junho, depois que hackers roubaram 2,6 bilhões de tokens NPXS da Coinrail, uma casa de câmbio de cripto sul-coreana. Em julho, o Bancor anunciou uma violação de segurança, resultando na perda de mais 300.000 tokens Pundi X.