Maior banco de Dubai utiliza financiamento comercial baseado em blockchain

A Câmara de Comércio e Indústria de Dubai (DCCI) assinou um memorando de entendimento (MoU) com o Emirates NBD.

O jornal de notícias do Oriente Médio, Saudi Gazette, informou em 14 de outubro que o DCCI, que atua como um centro internacional de negócios em Dubai, assinou um memorando de entendimento com o banco estatal de Dubai, Emirates NBD.

O banco, que é um dos maiores grupos bancários do Oriente Médio em termos de ativos, fornecerá soluções de financiamento comercial para o Digital Silk Road, uma iniciativa do Dubai 10X, que usa a tecnologia blockchain para digitalizar os processos comerciais em Dubai.

O Dubai 10X é um programa em que vários departamentos do governo têm a tarefa de pesquisar e aplicar tecnologias novas e disruptivas em sua administração e operações.

Hamad Buamim, presidente e CEO da DCCI, disse que o acordo com o Emirates NBD é um grande passo adiante para a iniciativa, acrescentando:

"O financiamento do comércio continua sendo uma das ferramentas mais importantes usadas hoje para facilitar o comércio internacional, pois simplifica as transações para importadores e exportadores."

O DCCI havia assinado um MoU no início de julho com a Câmara Internacional de Comércio e a startup baseada em Singapura, Perlin, para promover a adoção de soluções comerciais com a blockchain.

No mesmo mês, o DCCI firmou outra parceria com o Dubai International Financial Centre, o Mashreq Bank e a fintech Norbloc, para lançar um consórcio de compartilhamento de dados "Know Your Customer", baseado em blockchain.

Imóveis de Dubai na blockchain

Em junho, o Cointelegraph informou que o Departamento de Terras de Dubai e a empresa de telecomunicações Etisalat, assinaram um MoU referente à tecnologia blockchain para imóveis, com a intenção de implementar padrões governamentais inteligentes e introduzir gerenciamento digital sem papel, com contratos digitais para transações imobiliárias.