Plataforma de descoberta de medicamentos Verseon lança casa de câmbio baseada em Blockchain

A empresa farmacêutica dos EUA Verseon tornou-se a mais recente organização médica a experimentar a tecnologia blockchain, como confirmado em um comunicado de imprensa na terça-feira, 18 de setembro.

O principal produto da Verseon é sua plataforma proprietária de descoberta de medicamentos baseada em física. A empresa foi criada em 2002 e agora é negociada na London Stock Exchange, com uma capitalização de mercado de 211 milhões de libras (277 milhões de dólares).

Parte de uma tendência crescente entre os principais players farmacêuticos para alavancar os benefícios de segurança e dados da blockchain, a BlockRules, subsidiária da empresa, facilitará o que descreve como uma tecnologia que “apoia a venda, o lançamento e a negociação de títulos em uma blockchain pública”.

Isso, explica o comunicado, “permite um suporte totalmente regulamentado, seguro e transparente de títulos, incluindo negociações descentralizadas” e ajudará outros agentes farmacêuticos a reformular sua estratégia de financiamento e desenvolvimento.

"Ao democratizar o acesso ao investimento com a tecnologia blockchain, mudaremos a forma como os novos medicamentos e outras inovações da ciência da vida são financiados e como as receitas resultantes são compartilhadas", comentou o CEO da Verseon, Adityo Prakash.

O movimento marca uma continuação da inovação que está em curso no setor de saúde mais amplo este ano.

Como a Cointelegraph relatou, vários atores identificaram a capacidade do blockchain de proteger processos anteriormente caros e ineficientes, como cadeias de suprimentos, e garantir que os medicamentos não sejam adulterados.

Configurações individuais também estão aparecendo para além das grandes empresas, como em Taiwan, onde no início deste mês um hospital lançou um sistema de manutenção de registros blockchain para dados confidenciais de pacientes.