Dados mostram a mudança de "detentores" para especuladores do Bitcoin nos últimos 6 meses

Dados da Chainalysis mostram que a quantidade de Bitcoin de propriedade de investidores de longo prazo é agora quase igualada por especuladores de curto prazo, de acordo com relatório do Financial Times 8 de junho.

A Chainalysis é uma empresa de pesquisa blockchain que analisa “conexões entre entidades no blockchain do Bitcoin”.

Desde dezembro de 2017, a quantidade de Bitcoin mantida por day traders subiu para 5,1 milhões de BTC, quase igual ao valor detido por investidores de longo prazo - aqueles que mantiveram as moedas por mais de um ano - o que equivale a cerca de 6 milhões de BTC. o que tem sido chamado de "evento de liquidez" da Bitcoin.

Os dados da Chainalysis, que foram compartilhados com o Financial Times, também mostram que “os volumes de negociação (do Bitcoin) caíram em conjunto com os preços, de quase $4 bilhões diários em dezembro para $1 bilhão hoje." Philip Gradwell, economista-chefe da Chainalysis, acredita que este aumento súbito de liquidez tem sido um "impulsionador fundamental" por trás do recente declínio do preço do Bitcoin.

Além dessa constatação, os dados da Chainalysis também mostram um desequilíbrio na distribuição de riqueza do Bitcoin, com um pequeno número de investidores - coloquialmente denominados “baleias” - segurando uma quantidade desproporcional da criptomoeda.

Dos cerca de 17 milhões de Bitcoin disponíveis, os dados mostram que, em abril de 2018, cerca de 1.600 carteiras Bitcoin tinham 1.000 Bitcoins cada, igualando quase 5 milhões de BTC e respondendo por quase um terço de toda a Bitcoin em circulação.

Os dados da Chainálisis levantam questões relativas à manipulação dos mercados de criptomoeda por um pequeno número de investidores. Enquanto as instituições começaram a conquistar uma fatia do mercado, muitos acreditam que o futuro do Bitcoin dependerá de qual abordagem os regulamentadores tomarão.