Casa de câmbio de criptomoeda reembolsa vítimas de aparente golpe ICO, Confido

A casa de câmbio de criptomoeda KuCoin anunciou que reembolsará investidores que usaram sua plataforma para investir na oferta inicial de meodas (ICO) da Confido. A equipe de desenvolvimento da Confido anunciou que o projeto foi arquivado após ter arrecadado US $ 347 mil em uma ICO, levando muitos a acreditarem que a ICO é um golpe.

Abaixo um excerto do anúncio da KuCoin

"Até agora, depois de fazer nossas melhores tentativas, a equipe da KuCoin ainda não foi capaz de ter uma comunicação efetiva com a equipe CFD e compreender suas atualizações. Para garantir os interesses dos usuários e minimizar a perda no investimento de ativos CFD, a KuCoin fornece aos usuários uma solução de emergência ... para todos os usuários da KuCoin que fizeram negócios com a CFD ... a KuCoin vai comprar o valor líquido de compra dos usuários com a taxa de 0.0000038 BTC (aproximadamente US $ 0,03)/CFD e depositar diretamente nas contas dos usuários".

A casa de câmbio planeja ter todas as contas de usuários creditadas em ou antes de 30 de novembro.

Questões na indústria da ICO

O embuste Confido é apenas um dos exemplos das várias questões enfrentadas no mercado da ICO devido à falta de regulamentação que abrange o setor. Muitas ICOs provavelmente se enquadram nos regulamentos de valores imobiliários existentes, mas um grande número delas tentou renunciar a qualquer responsabilidade de sua parte.

A falta de supervisão efetiva e a incrível popularidade de criptomoedas e ICOs provavelmente levarão a ainda mais atividades fraudulentas no espaço. No entanto, os reguladores estão tomando conhecimento, com a Autoridade Europeia de Títulos e Mercados (ESMA) indicando fortemente a sua preocupação de que as ICOs possam estar driblando a lei. Além disso, a US Comissão de Títulos e Câmbio (SEC) dos EUA anunciou a criação de uma nova “Unidade Cibernética” em setembro. Este grupo teria amplos poderes, incluindo a supervisão das atividades relacionadas à ICO.

Rumores e cartas

Rumores têm circulado que a Confido pode emitir um reembolso total aos investidores na sequência da divulgação de uma  duvidosa carta que pretensamente será emitida pelo escritório de advocacia da empresa. Resta saber se isso acontecerá, mas sem a confirmação da autenticidade da carta, os investidores não estão exatamente dormindo tranquilos.