Exchange de criptomoedas 'IEO' suspeita de planos para venda de tokens antes do lançamento

A moeda digital e plataforma de transação Algorand se recusou a endossar uma tentativa da exchange de criptomoedas Bgogo para vender seus tokens ainda não lançados, confirmam executivos em redes sociais em 8 de abril.

A Algorand, que pretende lançar seu produto em junho juntamente com seu token nativo ERC-20, emitiu um alerta formal sobre os planos, que a Bgogo desde então confirmou serem genuínos em um post de blog.

Conhecida como uma "oferta inicial de exchange" (IEO, na sigla em inglês), o evento Algorand permite que os traders da Bgogo comprem exposição ao token da plataforma, apesar de ainda não existir.

A Bgogo vai definir um preço arbitrário para os tokens, essencialmente negociando um IOU antes do lançamento oficial.

Segundo a Algorand, no entanto, a exchange não entrou em nenhuma forma de acordo oficial com a empresa, e seus esforços não são tolerados.

"Para deixar claro: a rede (Algorand) ainda não foi lançada e não há vendas de tokens", escreveram executivos no Twitter. O post continua:

“Qualquer informação em contrário é falsa. Nós manteremos nossos canais atualizados assim que houver anúncios importantes.”

Em um post subsequente, a Bgogo disse que agora ofereceria os tokens na forma de contratos futuros, depois de tomar conhecimento das reservas da Algorand.

Os planos originais provocaram suspeitas na comunidade de criptomoeda, com Larry Cermak, chefe de pesquisa do setor de notícias The Block, fazendo o upload de uma mensagem aparentemente da Bgogo defendendo sua decisão de oferecer IOUs de tokens inexistentes.

"Somos um mercado para facilitar as duas partes", dizia parte da resposta, comparando a situação às trocas de Bitcoin (BTC) que trocavam a criptomoeda sem a permissão direta do criador Satoshi Nakamoto.

A Cermak criticou publicamente a Bgogo, enquanto outros compararam a venda a práticas da exchange HitBTC em 2017, quando os traders puderam apostar nos futuros de altcoins, por exemplo do Bitcoin Cash (BCH), antes de serem lançados.