Mercados de criptomoedas e de ações: análise semanal

As visões e opiniões aqui expressas são apenas as do autor e não refletem necessariamente as opiniões da Cointelegraph.com. Todo movimento de investimento e comércio envolve risco, você deve realizar sua própria pesquisa antes de tomar uma decisão.

Os dados de mercado são fornecidos pela casa de câmbio HitBTC.

Mercados de ações globais: As visões misturadas deixam os investidores confusos.

Os relatórios de bons lucros apoiaram as ações dos EUA, já que a Amazon teve um aumento de receita e a maior taxa de crescimento em mais de seis anos, enquanto o lucro líquido dobrou. Suas ações saltaram para um novo recorde graças às notícias. Outros líderes no setor da tecnologia, como a Microsoft e aIntel, reportaram lucros fortes, mas suas ações voltaram aos preços antigos após o crescimento inicial e os novos recordes. O S&P 500, no entanto, acabou em apenas 0,01% durante a semana.

O aumento das taxas de juros continua sendo uma preocupação global, já que os rendimentos do Tesouro dos EUA durante 10 anos brevemente cresceram acima de 3,0% na quarta-feira, um nível chave observado por muitos participantes do mercado, antes de terminar a semana em 2,96%. Enquanto isso, a pressão da inflação permanece para os EUA. O Departamento de Trabalho relata que os salários e pagamentos aumentaram o mais rápido em 11 anos.

Desempenho do mercado de ações

O FTSE do Reino Unido mostrou o melhor desempenho, um aumento de 1,82%, pela quinta semana consecutiva de ganhos e o maior fechamento semanal desde o final de janeiro.

A cúpula histórica entre os líderes norte-coreanos e sul-coreanos aliviou as tensões geopolíticas, mas há mais espaço para o progresso e os mercados acompanharão os novos desenvolvimentos com muita atenção. O índice Nikkei do Japão avançou 1,38% para terminar em seu maior fechamento semanal em 12 semanas.

Espera-se que as ações chinesas vão piorar seu desempenho devido à ameaça de expansão das tarifas norte-americanas sobre os produtos chineses. As negociações comerciais entre os dois países vão continuar na próxima semana em Pequim. O Shanghai Composite da China subiu 0,35% na semana, enquanto o Hang Seng de Hong Kong caiu 0,45%.

BSE 30 Sensex da Índia: As acções poderão em breve perder a força de crescimento

Desde que atingiu um mínimo de 32.483,03 há seis semanas, o Sensex conseguiu subir até 7,95% desde o máximo da semana passada de 35,065.37. O impulso aconteceu um mês atrás, quando o índice saiu de um padrão de queda cunha de alta, pois está saindo do suporte da média móvel de 200 dias (linha marrom).

NVYO

O ganho de 1,61% da semana passada incluiu a conclusão de uma retração Fibonacci de 61,8% em 34.931,21, e o índice continua sendo forte. Isso parece apoiar a ideia de que o índice pode continuar a subir pelo menos até a próxima zona de resistência potencial. Essa zona de preço, que é identificada com um oval vermelho no gráfico anexo, é vista como a parte inferior da linha de tendência de subida mais baixa e a conclusão do nível de Fibonacci de 78,5%, que é de 35.596,51.

O FTSE 100 do Reino Unido: forte, mas em direção à resistência

O FTSE também rompeu com uma queda de alta há um mês e vem aumentando rapidamente desde então, além de fechar forte cada semana. Ele cresceu por 9,32% desde a alta da semana passada de 7.507,10. Na semana passada, o FTSE superou seus concorrentes com um ganho de 1,82% ao atingir e ultrapassar o nível de retração Fibonacci de 61,8% (7.439,0) e terminou a semana acima de sua linha de tendência de alta de longo prazo pela primeira vez em 12 semanas. Além disso, o FTSE está de novo acima de sua média móvel de 200 dias (linha marrom).

UKX

Ao mesmo tempo, o índice agora enfrenta uma zona de resistência subindo para o nível de retração Fibonacci de 78,6% em 7.594,5. Essa zona de resistência potencial está em torno de uma resistência anterior de vários meses a partir de 2017 e onde duas linhas de tendência ascendentes convergem.

Criptomoedas: Desempenho misturado e começo de retração

O desempenho das oito criptomoedas mostradas na tabela foi variado na semana passada. O Cash Bitcoin estava liderando com 18,2%, e o Ripple foi no último lugar, com a queda de 12,9%. No geral, porém, as moedas digitais continuam se recuperando e estão nos estágios iniciais de possíveis tendências de alta depois de subir dos mínimos quatro semanas atrás. Mais sinais de força são necessários nas próximas semanas, à medida que a estrutura de tendências se organiza e os recuos se completam.

Desempenho de criptomoedas

O crescimento acima das linhas de tendência de queda ocorreram na maioria das oito criptos que estamos observando, e algumas também subiram acima de suas linhas de média móvel simples de 200 dias. Todos os sinais são de força. Quando a próxima onda de compra chegar, aqueles que estiverem acima de suas linhas de 200 dias podem se mover mais rápido e mais para cima, já que estão mostrando força relativa em relação aos 200 dias. As seguintes moedas digitais estão acima da linha de 200 dias: O Bitcoin Cash, o Ethereum, o IOTA, o Monero e o Ripple.

Tenha em mente que, uma vez que romper uma zona de resistência clara (linha de tendência, por exemplo), os mercados eventualmente vão refazer o avanço anterior até um certo ponto, antes que a tendência esteja pronta para prosseguir. Até agora, as retrações do recente avanço forte foram brandas. Isso significa que pode ter retrações mais longas e mais profundos antes que as tendências de alta estejam prontas para serem retomadas. Seria saudável e normal que isso acontecesse. Se, no entanto, os ralis ocorrerem mais cedo, com subidas acima dos níveis de tendência anteriores, isso é um sinal de força, mas também aumenta as chances de que o preço está indo mais rápido do que deveria é uma retração ou correção mais caótica possa eventualmente acontecer.

Falando da semana que vêm, há uma preocupação de que a pressão de queda possa prevalecer se a tal "Baleia de Tóquio" despejar no mercado o Bitcoin da fechada casa de câmbio Mt Gox. Há cerca de US $ 170 milhões ou mais de Bitcoins que foram retirados da carteira e prontos para venda. Ninguém sabe o que está realmente acontecendo a esse respeito, mas a percepção de um grande vendedor à espreita poderia prejudicar o sentimento do investidor e, portanto, diminuir o entusiasmo do comprador.

Ripple

Na semana passada, o par XRP/USD saiu da sua base de US $ 0,45 de um mês atrás parado na zona de retração de Fibonacci de 61,8% da tendência de baixa interna. A alta da semana e a tendência de crescimento foi de US $ 0,964, com um lucro de 105,9% em menos de cinco semanas. Até agora, o recuo foi leve, com suporte encontrado no nível de retração Fibonacci de 38,2% e a média móvel de 200 dias se juntam. Até duas semanas atrás, o Ripple estava abaixo de sua linha de 200 dias.

Ripple

Se puder fazer um movimento decisivo acima da alta da semana passada, a zona de alta resistência de fevereiro, primeiro ao redor da linha Fibonacci de 78,5% de US $ 1,06, e depois a alta de cerca de US $ 1,23, são os próximos alvos. Um rali acima dessa alta fornecerá um sinal de alta mais definitivo para a recuperação a longo prazo da correção recente.

Uma queda abaixo do suporte de 0,758 da semana passada leva a uma correção mais profunda, na qual os níveis de Fibonacci, como visto no gráfico anexo, podem ser usados para avaliar as possíveis zonas de suporte.

Bitcoin Cash

O Bitcoin Cash mostra uma força relativa similar, como se moveu acima de sua linha de 200 dias (marrom) na semana passada e a reconheceu como um suporte desde então. Liderando o caminho, o par BCH/USD teve um dos movimentos mais fortes do fundo, subindo por 162,3% em relação à alta da semana passada de US $ 1.573 em quatro semanas.

Bitcoin Cash

Se a baixa recente de US $ 1.228,90 for quebrada para baixo, então ele deve ter como meta a retração de 50% em 1.086,3, seguido pela retração de 61,8% em US $ 971,40. Um movimento acima da alta da semana passada e depois uma alta de US $ 1.636,8 em fevereiro é mais um sinal de força apontando uma provável continuação do movimento de alta no médio prazo. Tenha em mente que não existe um crescimento direto, e os períodos de recuo e consolidação são normais e saudáveis para a evolução de uma tendência.

Os dados de mercado são fornecidos pela casa de câmbio HitBTC; os gráficos para a análise são fornecidos pelo TradingView.