A empresa Argo de mineração cripto deve se tornar a primeira de blockchain a ser listada na bolsa de valores de Londres

A Argo Blockchain ,empresa de mineração cripto provavelmente se tornará a primeira empresa blockchain a ser listada na Bolsa de Valores de Londres (LSE), relatou a Business Insider em 11 de junho.

Depois de lançar seu serviço de subscrição para contratos de mineração no mesmo dia, a empresa diz que planeja realizar um IPO, após uma rodada de financiamento de $2,5 milhões concluída em janeiro deste ano.

O LSE geralmente se manteve um ambiente mais tradicional quando se trata de ofertas blockchain.

Embora o Coinsilium tenha lançado o primeiro IPO relacionado à criptomoeda do Reino Unido no mercado de ações júnior de Londres. AIM em 2015, os EUA roubaram os holofotes mais recentemente. No mês passado, a Intercontinental Exchange, operadora da bolsa de valores de Nova York (NYSE) ,revelou seus planos de permitir que os clientes comprassem e mantivessem Bitcoin (BTC).

A Argo diz que aspira a "democratizar" a mineração por quatro altcoins - Bitcoin Gold, Ethereum, Ethereum Classic e Zcash - alugando o poder de computação de uma instalação ecológica localizada em Quebec.

“Mais de 90% da mineração de criptomoeda é feita pelas elites em escala industrial porque é tecnicamente muito difícil de fazer”, disse Jonathan Bixby, co-fundador da Argo, ao Financial Timesem 9 de junho, acrescentando

“É incrivelmente caro comprar, de antemão, o hardware que você precisa por $5.000 por máquina. Queremos ser o Amazon Web Services de criptomoeda. ”

A mineração por criptomoeda está enfrentando críticas mistas de regulamentadores em jurisdições que oferecem energia barata o suficiente para sustentar modelos de negócios focados em Bitcoin. Quebec não é uma exceção, com autoridades visivelmente críticas de planos para empresas de mineração Bitcoin se estabelecerem e, na semana passada, interromperam completamente os pedidos .