Mercados de criptomoeda sofrem uma queda profunda, o valor de mercado está de volta aos mínimos mensais

Terça-feira, 10 de julho: os mercados de criptomoeda sofreram uma profunda queda hoje, após uma semana de crescimento relativamente estável. Todas, exceto uma das principais 20 criptomoedas por capitalização de mercado estão no vermelho, com capitalização de mercado total voltando aos seus níveis baixos mensais.

Market visualization from Coin360

O Bitcoin (BTC) está sendo negociado em torno de $ 6.417 no momento da publicação. A principal criptomoeda caiu quase 6% nas últimas 24 horas e 2,9% na última semana, mesmo depois de chegar perto do preço de US $ 7.000 em 8 de julho.

Bitcoin price chart. Fonte: Cointelegraph Bitcoin Price Index

O Ethereum (ETH) continua vendo perdas, abaixo de 9% em 24 horas até o momento e negociado em torno de US $ 440.

Ethereum price chart. Fonte: Cointelegraph Ethereum Price Index

A capitalização de mercado total caiu US $ 27 bilhões em relação à alta da semana anterior em 8 de julho, atualmente em cerca de US $ 253 bilhões.

Total market capitalization chart. Fonte: Coinmarketcap

O Tezos (XTZ) é a única altcoin que viu ganhos nas últimas 24 horas. Com sua rede beta ançada em 30 de junho, a cripto subiu 2,5% no dia e está sendo negociada a $ 2,18 no momento da publicação, de acordo com a Coinmarketcap.

Por outro lado, o EOS sofreu algumas das maiores perdas hoje, tendo caído em 15% durante o período de 24 horas, atualmente sendo negociado a $ 7,28. No total, o preço do EOS caiu cerca de 70% em relação à sua alta de todos os tempos de cerca de US $ 21 em 29 de abril, de acordo com a Coinmarketcap.

O NEO caiu cerca de 10,5% nas últimas 24 horas, sendo negociado a $ 34,27.

Os mercados de criptomoeda viram uma mistura de boas e más notícias em 9 de julho. Três grandes economistas americanos criticaram o Bitcoin, alegando que a criptomoeda seria “regulada para o esquecimento” e valeria até US $ 100 em dez anos.

Ao mesmo tempo, o Imperial College London publicou um estudo afirmando que as criptomoedas como Bitcoin têm potencial para se tornarem meios de pagamento tradicionais “na próxima década”.

Apesar do declínio acentuado, o Bitcoin ainda está mantendo o nível de US $ 6.300, anteriormente sugerido por Robert Sluymer da Fundstrat Global Advisors como o potencial ponto de partida para uma reversão para baixo. Em 5 de julho, Tom Lee, do Fundstrat, reiterou sua posição sobre o Bitcoin, prevendo que a maior criptomoeda poderia atingir entre US $ 22.000 e US $ 25.000 até o final de 2018.