A cripto carteira Ledger retoma serviços com o Bitcoin Cash

Os serviços de Bitcoin Cash (BCH) para a carteira de hardware de criptomoeda Ledger foram retomados, de acordo com um anúncio publicado em 23 de novembro.

A Ledger suspendeu seu serviço BCH em 14 de novembro, em antecipação ao hard fork da criptomoeda "para evitar transações indesejadas e possíveis ataques de repetição". Durante a pausa do serviço, não foi possível enviar o BCH pela infraestrutura da carteira.

A rede BCH experimentou uma atualização em 15 de novembro, resultando em uma batalha complexa e, eventualmente, dividindo o blockchain em dois - BCH ABC apoiado pelo evangelista de criptos Roger Ver e BCH SV liderado por Craig Wright. A guerra de hash levou as bolsas de criptomoedas ao redor do mundo a suspender temporariamente as negociações e retiradas do BCH.

Hoje, Ledger anunciou que reativou seus serviços de BCH, como adicionar contas e enviar a altcoin. A carteira também fez uma declaração em sua conta no Twitter:

“Nosso serviço de Bitcoin Cash está de volta online na forma do Bitcoin Cash ABC. Também estamos fornecendo um artigo da Central de Ajuda explicando como reivindicar seu Bitcoin Cash SV. Recomenda-se fazer isso antes de enviar o Bitcoin Cash.”

Ledger observou que, a partir de agora, o BCH SV não é suportado no Ledger Live. A empresa recomendou a seus clientes que usassem a ferramenta de divisão Electron Splash antes de fazer qualquer transação BCH. Caso contrário, os usuários podem se arriscar a perder o SV do BCH se um invasor repetir a transação na cadeia SV do BCH ou vice-versa.

No início deste mês, a Fundação IOTA, com sede na Alemanha, anunciou seus planos de integrar tokens IOTA com as carteiras do Ledger. Isso supostamente permitirá que os usuários protejam suas chaves privadas, dando acesso a seus tokens IOTA em um chip especial, isolando as chaves dos usuários de seus computadores ou smartphones.

Em outubro, a empresa de software cripto Blockchain.com lançou um novo dispositivo de hardware apelidado de “Blockchain Lockbox”, que se integra com sua carteira on-line existente, desenvolvida em parceria com a Ledger. O dispositivo foi projetado para permitir que os usuários armazenem todas ou parte de suas coleções de criptomoedas off-line, com fácil acesso à sua conta on-line.