A operadora de câmbio Kraken volta ao ar depois de um longo tempo off-line

A exchange de criptomoedas Kraken voltou ao ar hoje, 13 de Janeiro às 11:30 UTC, após um atraso de mais de 48 horas.

A plataforma ficou offline em 11 de Janeiro às 5 horas da tarde (UTC) e tinha a previsão de retorno dentro de apenas 2 horas. Como o tempo de manutenção offline cresceu para mais de dois dias, a Kraken atualizou esporadicamente sua página de status com promessas de progresso e uma explicação de um bug encontrado no ambiente de produção.

Os usuários da Kraken já estavam infelizes com a plataforma antes do atraso de atualização, citando dificuldades nas transações dentro do site e relatando frequentes erros de conexão.

O ponto alto ou baixo do tempo em que o site ficou fora em razão da atualização da plataforma da Kraken em 12 de Janeiro, às 3:46 (UTC) foi que a empresa mandou seus engenheiros para casa para descansar, ao invés de reiniciar os serviços imediatamente.

As atualizações relatavam:

"Estamos perto, mas ao invés de lançar imediatamente antes do time desmaiar; Vamos parar um pouco para descansar e poder monitorar melhor os sistemas e reagir aos problemas após o lançamento. Infelizmente, isso significa mais algumas horas de atrado."

Com o retorno on-line, a Kraken anunciou que a negociação desalavancada é gratuita até o final do mês em seu Twitter e em seu site. O site está funcionando normalmente desde que ficou online, mas as negociaçôes foram pausadas por várias horas devido a problemas que exibem os dados do livro de pedidos. Os problemas foram resolvidos.

No início deste ano, a troca de criptomoedas Coinbase também ficou offline por várias horas em Maio devido a uma performance degradada que foi relatada pelos usuários. Além disso, várias outras exchanges, incluindo Luno, Bitfinex e Bitstamp, experimentaram atrasos ou ficaram offline para manutenção em Dezembro, após um influxo de novos usuários de criptomoedas impulsionados pelo aumento do preço da Bitcoin (BTC). O volume de tráfego aumentou exponencialmente.

A Kraken ainda não respondeu ao pedido da Cointelegraph até o momento da publicação em 12 de Janeiro, pedindo uma posição da empresa.