Empresa oferece mecanismo analítico e de negociação descentralizado que classifica criptomoedas

Um novo ecossistema de ativos digitais está oferecendo negociação de cripto descentralizada para empresas e indivíduos, entregando transações de carteira a carteira e “ferramentas analíticas de ponta” que permitem aos usuários tomar decisões informadas sobre as criptomoedas que possuem, compram e vendem.

Os “quatro pilares” da Volentix vão sustentar o início de seu ecossistema de ativos digitais - um dos quais é a VDEX, ou Volentix Descentalized Exchange, seu principal produto. O projeto descreve a VDEX como uma “exchange cripto descentralizada, extensível e personalizável de próxima geração”, com ênfase em garantir que os ativos e dados de cada usuário permaneçam individuais e seguros. Um conjunto de outros aplicativos descentralizados (DApps) está sendo lançado para fornecer uma experiência de usuário abrangente.

Através desta plataforma, os fundos nunca são depositados em uma entidade centralizada. Em vez disso, os usuários permanecem no controle total de seus fundos até que as transações sejam concluídas. A exchange descentralizada funciona facilitando o comércio carteira-a-carteira, permitindo conectar usuários da carteira Volentix, também conhecida como Verto.

A VDEX oferece a capacidade de negociar múltiplas criptomoedas e conecta vários pools de liquidez para acomodar diferentes tipos de mercados. Isto é conseguido usando contratos inteligentes construídos na blockchain EOSIO.

Contribuintes do projeto Volentix dizem que um sistema de descentralização de carteira de pedidos “com capacidades exclusivas de cadeia cruzada descentralizada” é outro fator que distingue a exchange de outras no mercado hoje. O sistema colaborativo funciona habilitando a personalização, pelo qual outras exchanges podem se conectar às listas de pedidos da VDEX. Como esse sistema é aberto e praticamente sem necessidade de permissão, os indivíduos, as exchanges ou os negócios podem fazer ou receber ordens de cripto e alimentá-los automaticamente na rede para liquidação. Vários níveis de personalização e automação tornarão esse recurso ainda mais impactante, observa a equipe.

Pesquisadores do projeto Volentix dizem que realizaram uma extensa pesquisa, que envolve testes contínuos, para descobrir o que os usuários precisam e esperam de sua plataforma de negociação. Como resultado, a interface da VDEX será "atualizada regularmente" para garantir que ela tenha a melhor experiência do usuário e seja o mais fácil de usar possível. Os usuários poderão ajustar configurações e recursos que reflitam seus requisitos, sejam eles traders de criptomoedas iniciantes ou já experientes.

 

ENTRE NO CANAL DO Telegram DA Volentix AQUI

Três DApps

Inicialmente, três DApps servirão para funções de suporte, com o objetivo de expandir a base de usuários da VDEX e o ecossistema Volentix como um todo.

O primeiro é a carteira Vertex de diversas moedas. Ele é descrito como a "porta de entrada para todo o ecossistema Volentix". O Verto garante que os usuários possam sempre manter com segurança a custódia de suas chaves privadas, anotando-as ou salvando-as em um dispositivo off-line. O protocolo Loopring é usado para facilitar as negociações e a correspondência de pedidos para a VDEX.

Outro complemento ao ecossistema Volentix é o Vespucci, um mecanismo analítico que tem o objetivo de ajudar os usuários a tomar decisões comerciais informadas. O Vespucci oferece uma espécie de “classificação de crédito” de cripto. O DApp, que já está disponível no vespucci.site, funciona oferecendo classificações para cada criptomoeda baseada em inteligência artificial (IA) e outras análises algorítmicas de “sentimento social, tecnológico e dados de mercado". Dada a forma de a VDEX ser uma exchange descentralizada e novas moedas podem ser livremente listadas sem permissão, espera-se que o mecanismo de análise da Vespucci - fornecendo “conjuntos de dados abrangentes em um painel fácil de entender” - impeça os entusiastas de cripto de negociar "moedas sem valor, inexistentes ou até perigosas".

O último pilar é o Venue, uma plataforma comunitária que incentiva os membros da comunidade Volentix a corrigir erros, criar conteúdo ou promover o ecossistema em troca do VTX - sua moeda digital nativa - descrita como “permitindo que a moeda flua pelos pilares para possibilitá-los a interagir."

Aberto a todos

Com o tempo, o projeto planeja permitir que empresas, indivíduos e operadores de cripto ativos comecem a usar criptomoedas com mais segurança. Ele diz que as carteiras Verto integradas com a VDEX permitirão que todos armazenem e negociem com segurança criptomoedas diretamente de suas carteiras em uma rede ponto a ponto.

O foco da Volentix é construir e aperfeiçoar seu conjunto de DApps na primeira fase do projeto - e, na segunda fase, o foco será a expansão de seu ecossistema com parcerias e infraestrutura adicional.

O ecossistema Volentix é visto como uma entidade descentralizada e sem necessidade de permissão, diz a empresa. Ele permite que qualquer pessoa em todo o mundo participe do ecossistema e crie novos e empolgantes projetos baseados em criptomoedas com o apoio da comunidade.

Em 2019, sua equipe foi a vencedora da competição Neironix, “na categoria de IA com maior pontuação e maior número de votos”. Além disso, a Volentix observa que está desenvolvendo uma presença cada vez mais vibrante no mercado de ativos digitais.

A empresa diz que atualmente está considerando ofertas de exchanges populares para uma oferta inicial de exchange (IEO) como um precursor da listagem do VTX.

Saiba mais sobre o Volentix

Aviso legal. A Cointelegraph não endossa nenhum conteúdo ou produto nesta página. Embora tenhamos como objetivo lhe fornecer todas as informações importantes que possamos obter, os leitores devem fazer sua própria pesquisa antes de tomar qualquer ação relacionada à empresa e assumir total responsabilidade por suas decisões. Este artigo não pode ser considerado um conselho de investimento.