O crítico ‘Monsieur Bitcoin’ foi designado para liderar a força tarefa francesa acerca da regulamentação da criptomoeda

O ministro da Economia da França, Bruno Le Maire, designou um crítico "aberto" de bitcoin para liderar uma força-tarefa que examina o regulamento da criptografia, informou a fonte local Les Echos na segunda-feira, 15 de Janeiro.

Jean-Pierre Landau, que chamou o bitcoin de "as tulipas dos tempos modernos", quatro anos atrás, liderará agora os esforços da França para "controlar melhor" sua evolução regulatória.

"Queremos uma economia estável", disse o ministro Le Maire a repórteres em uma sessão durante a qual ele anunciou a nomeação de Landau.

"Não podemos permitir riscos especulativos e a possibilidade de apropriação indevida (de fundos) vinculada ao Bitcoin".

Apesar da oposição anterior acerca do Landau, Les Echos descreve-o agora como "Monsieur Bitcoin" (senhor Bitcoin).

As tarefas de Landau também envolverão pesquisar como as autoridades francesas poderiam frear a "evasão fiscal, lavagem de dinheiro e financiamento de atividades criminosas e terroristas" usando criptomoeda.

O próprio Le Maire tornou-se um proponente vocal de melhorias legislativas das criptomoedas a nível internacional nos últimos meses.

Em dezembro, ele anunciou seu desejo de que o bitcoin seja um tema de debate na próxima Cúpula do G20, na Argentina, prevista para Março.

Existe um evidente risco de especulação. Precisamos considerar e examinar isso e ver como ... com todos os outros membros do G20 podemos regulamentar o bitcoin", disse ele à rede local de notícias LCI.


Siga-nos no Facebook