Continental lança aplicativo baseado em blockchain que remunera motorista por compartilhar dados de estacionamento

A fornecedora automotiva Continental apresentou um aplicativo chamado Earn As You Drive, que usa a tecnologia blockchain para monetizar informações de usuários de automóveis.

Dados do espaço de estacionamento para criptomoeda

A Forbes divulgou as notícias em 29 de agosto. De acordo com o relatório, a Continental fez uma parceria com a empresa de tecnologia Hewlett Packard Enterprise e o provedor de rede de código aberto Crossbar.io para criar Earn As You Drive.

Este aplicativo permite que os motoristas optem por ganhar criptomoedas para compartilhar informações sobre a disponibilidade de estacionamento na rua por meio de sensores de veículo. Os dados são compartilhados com um fabricante, que por sua vez os envia para um serviço de estacionamento de terceiros.

O novo aplicativo conta com a DMP (Continental Monetization Platform) baseada em blockchain da Continental. Conforme relatado anteriormente pela Cointelegraph Brasil, a Continental fez uma parceria com a Hewlett Packard para esse desenvolvimento, anunciado em fevereiro. Além de monetizar os dados coletados pelos veículos, o projeto também pretendia usar os dados para aumentar a confiança e a segurança do motorista.

Programas de ganhos experimentais da Jaguar Land Rover

A Jaguar Land Rover também está testando um programa de ganhos com a Fundação Iota. Segundo o relatório, a empresa está testando o programa na Irlanda, que permite que os usuários recebam criptomoeda IOTA em troca de compartilhamento de dados.

Conforme relatado hoje pela Cointelegraph, a Jaguar Land Rover e a Iota estão realizando uma demonstração de uma nova tecnologia de contabilidade distribuída para rastrear e compartilhar dados de energia. Além de fornecer dados sobre quanta energia o Jaguar I-Pace usa, a plataforma também rastreia as origens da energia e pode garantir que ela se origine de fontes sustentáveis.

Monetização de dados baseada em blockchain em casa

Conforme relatado anteriormente pela Cointelegraph, a empresa de rede de energia E.On entrou com um pedido de patente para um coletor de informações baseado em blockchain que poderia ser usado para monetização de dados. O dispositivo usaria sensores para coletar dados do usuário de aplicativos domésticos inteligentes, que os usuários poderiam vender seletivamente para terceiros.