Gigante da consultaria Accenture revela planos de patente para inovações blockchain em logística

A gigante de consultoria Accenture tem planos de usar o blockchain para atualizar sua rede de logística, revela um pedido de patente publicado em 26 de julho.

De acordo com o documento publicado pelo Escritório de Marcas e Patentes dos Estados Unidos (USPTO), a corporação quer seguir os passos de vários grandes participantes ao alavancar o blockchain para garantir, acelerar e aumentar a eficiência dos movimentos logísticos.

“Um dispositivo pode receber uma indicação de que um produto chegou a um destino. O produto pode ter sido enviado por uma entidade para o destino ”, começa o resumo da patente, elaborando:

“O dispositivo pode realizar uma análise no produto para determinar um atributo do produto. O dispositivo pode realizar uma comparação de informações identificando o atributo do produto e as informações incluídas em um registro criptografado, para o produto, de um blockchain, para verificar o atributo do produto. ”

A medida marca mais um passo no crescente interesse da Accenture em blockchain, neste mês também anunciou uma ferramenta da cadeia de suprimentos aeroespacial em parceria com a empresa multinacional francesa aeroespacial Thales.

Em março, enquanto isso, a Accenture se uniu à operadora logística global DHL para trabalhar em uma implementação blockchain para cadeias de suprimentos farmacêuticas.

Também não é a primeira vez que a Accenture solicita uma patente relacionada ao blockchain. Em setembro do ano passado, a empresa ganhou reações mistas à sua chamada aplicação “blockchain editável”, com algumas fontes alegando que o conceito era contrário ao ethos essencial de imutabilidade que a tecnologia representa.