Fundador da ConsenSys diz que Ethereum 1.0 é um protótipo e deve melhorar com novas atualizações

Joe Lubin, co-fundador da Ethereum e fundador da ConsenSys, a última com dezenas de projetos baseados na plataforma Ethereum, foi convidado do podcast Chain Reaction, apresentado pelo co-fundador da Delphi Digital, Tom Shaughnessy

Lubin rebateu o que chamou de “dores de crescimento” das quais a Ethereum vem sofrendo, dizendo que o Ethereum 1.0 era um “ponto de partida” e os desenvolvedores sabiam que “não seria escalável”. Lubin explicou:

“As dores do crescimento são essenciais e maravilhosas. Se não crescermos ao ponto de haver dores, poderíamos argumentar que estamos nos movendo muito lentamente como um ecossistema ... Certamente, tudo sobre o Ethereum precisa melhorar e há muitas pessoas trabalhando para melhorar praticamente tudo sobre o Ethereum. ”

Quanto ao Bitcoin, ele diz que “até mesmo o Bitcoin tinha a intenção de evoluir. Embora se possa entender o caso de que talvez deva evoluir mais lentamente, possivelmente até mesmo em velocidades glaciais, se você estiver construindo um sistema monetário descentralizado destinado ao planeta, talvez não deseje um rápido crescimento em sua tecnologia. ”

O ecossistema blockchain tem por essência criar um espaço descentralizado e democrático com projetos código aberto, baseados em colaboração contínua. Sobre isso, Lubin afirmou:

“Bons eventos em qualquer parte do nosso ecossistema levantam todos os barcos e alguns projetos certamente pretendem ser competitivos com a Ethereum. Alguns projetos estão se concentrando no marketing para serem competitivos com a Ethereum. Então, coloque Tron e EOS nessa cesta. E os dois parecem que adotaram a abordagem de 'levantar um monte de dinheiro e fingir onde conseguir', basicamente. E nós vamos ver como isso vai se desenvolver."

Apesar da competição dia após dia, Lubin também descreve um “ecossistema colaborativo”. Ele diz que muitos projetos têm “laços estreitos com a Ethereum”, acrescentando: "Mas todos somos muito amigáveis e nos encontramos em conferências várias vezes ao ano em todo o mundo".

Segundo Lubin, a Ethereum - apesar das dores crescentes - se distancia do resto de seus competidores, ressaltando que "a Ethereum tem, na minha opinião, a melhor tecnologia. Os melhores tecnólogos e muitos mais deles. E uma ordem de grandeza maior em seu ecossistema. Eu sinto que o projeto está se movendo mais rápido ”.

Conforme reportado anteriormente, o projeto da Ethereum está se encaminhando para sua fase 2.0.