Confirmado: Gigante das reservas Expedia silenciosamente remove opção de pagamento Bitcoin

O site de reserva de viagens Expedia.com recentemente parou de aceitar Bitcoin (BTC) como método de pagamento para hotéis ou voos, disse a Expedia à Cointelegraph em 27 de junho.

Um porta-voz da Expedia confirmou que o serviço "não aceita mais a moeda digital Bitcoin", desde 10 de junho de 2018, pedindo desculpas por "qualquer inconveniente que isso possa causar". O serviço não comentou o cancelamento nas mídias sociais ou em seu site.

Os membros da comunidade foram ao Reddit para expressar seu desprezo pelas notícias recentes, sugerindo posteriormente uma série de alternativas para a Expedia, como o serviço de viagens CheapAir, que começou a aceitar Bitcoin para voos e reservas de hotéis em 2013.

O usuário do Reddit, bowiestar, observou que a maioria dos funcionários do setor de TI tende a receber seus salários parcialmente em cripto, o que implica que o serviço acabaria perdendo uma parte de seus clientes.

"A Expedia.com, um dos maiores sites para reservar vôos/hotéis costumava aceitar Bitcoin durante anos ... Eu fui lá ver alguns voos e notei que eles não aceitam mais BTC. O suporte ao cliente disse que eles pararam de aceitá-lo em 10 de junho ... Muitos de nós na indústria de tecnologia recebem uma parte do nosso salário em Bitcoin e foi muito bom usar a Expedia para voos. Eu não vou mais usar seus serviços!”.

Como a Cointelegraph informou no início deste ano, a extrema volatilidade dos mercados de cripto aparentemente não assusta os membros da indústria de participar de seu pagamento em cripto, com alguns até mesmo preferindo obter seus salários inteiramente em Bitcoin.

A Expedia anunciou pela primeira vez que aceitaria o Bitcoin como forma de pagamento em junho de 2014, quando se associou à Coinbase, empresa líder em cripto. Alguns membros da comunidade sugeriram que eles cancelaram a aceitação do Bitcoin devido à decisão da Coinbase de suspender as soluções de custódia para os comerciantes, o que, aparentemente, levaria a tornar os pagamentos de Bitcoin mais difíceis. A concorrente da Expedia, a CheapAir, mudou da Coinbase para a BitPay por essa mesma razão.

Em uma carta aberta aos clientes que buscavam informações sobre possíveis soluções para os comerciantes, o CEO da CheapAir, Jeff Klee, escreveu que a empresa precisava de um “parceiro de processamento confiável” para aceitar pagamentos em Bitcoin Cash (BCH), Dash e Litecoin (LTC). além do Bitcoin.