Cointelegraph modera primeira reunião da mídia cripto no BlockShow Asia 2019

O ritmo da expansão do mercado de cripto teria sido muito mais lento sem a contribuição de meios de comunicação dedicados. As buscas no Google por termos como "Bitcoin" e "blockchain" dispararam nos últimos anos - juntamente com o aumento nos preços das criptomoedas.

Isso sugere que as pessoas têm sede de entender mais sobre como as criptomoedas e a blockchain funcionam e é o trabalho da mídia fornecer informações precisas e atualizações do mercado.

Contudo, reunir jornalistas de cripto de alto perfil e representantes da mídia sob o mesmo teto para um esforço colaborativo acaba sendo um grande desafio no ambiente competitivo de hoje. Apesar de tudo, o Blockshow Asia 2019 conseguiu organizar um painel chamado Medialogue, que reuniu os principais jornalistas das principais agências de mídia que cobrem cripto e representantes de relações públicas.

O evento, que aconteceu na quarta-feira, 13 de novembro, no Oasis Hotel Downtown de Cingapura, foi moderado pelo Cointelegraph.

A reunião contou com vários jornalistas do Cointelegraph, incluindo:

Os tópicos do painel giravam em torno da incidência de projetos fraudulentos promovidos por toda a mídia, além de questões sobre receita, que incluíam tópicos como publicidade e conteúdo patrocinado. Outros tópicos relacionados à evolução do espaço cripto do Bitcoin para todo um ecossistema de ativos digitais e também sobre os tipos específicos de conteúdo abordados em várias regiões.

Os participantes concluíram que a mídia é forçada a confiar em anúncios e conteúdo patrocinado para prosperar em um setor de rápido crescimento. Porém, essa pode ser uma faca de dois gumes quando se trata de manter a neutralidade e dar valor real à comunidade - o que significa que a devida diligência é obrigatória.

Os gerentes de relações públicas também têm um alto grau de responsabilidade, pois atuam como um importante canal intermediário entre projetos de cripto e mídia. Os convidados debateram as melhores maneiras pelas quais o gerente de relações públicas poderia compartilhar histórias de cripto com jornalistas, concluindo que havia várias abordagens justificadas.

Kristina Cornèr, editora sênior do Cointelegraph e chefe de recursos, expressou seus pensamentos sobre o valor de um evento como o Medialogue:

“As discussões são uma parte essencial da nossa comunidade. Ainda estamos em um estágio muito inicial na indústria de blockchain e isso significa que a cooperação entre jornalistas é um recurso indispensável para a adoção adicional da tecnologia. Deveríamos falar mais sobre os desafios e questões e sobre levar jornalismo de qualidade para o setor descentralizado.”

Curiosamente, o público sugeriu que o espaço precisa de um wire service, como o Bloomberg Terminal, para a indústria de cripto.