Apresentador de TV nos EUA, Joe Kernen compara Bitcoin com Amazon dos anos noventa

Durante o último episódio do programa "Squawk Box", da CNBC, o apresentador Joe Kernen fez uma comparação entre o Bitcoin de 2019 e a empresa Amazon nos anos noventa.

O episódio contou com a participação do CEO da Blockstack, Muneeb Ali. Ali avaliou os regulamentos sobre criptomoedas e o potencial de interrupção das criptomoedas.

Em 2019, Kernen se tornou um dos maiores defensores do Bitcoin na rede de televisão norte-americana. Disse o apresentador:

"Eu não faço previsões. Não faço ideia, mas entendo a matemática um pouco melhor. Então, vejo que tem valor, um valor ou escassez inegáveis, seja o que for.”

Ali chamou o Ethereum de "um experimento interessante" ao concordar que o Bitcoin é um ouro digital. Além disso, ele sugeriu que o Bitcoin poderia ser o maior avanço técnico da última década.

Por sua vez, Kerner colocou o Bitcoin (segundo ele - a internet do dinheiro) no mesmo pedestal com eletricidade e Internet. Ele também comparou o rei das criptomoedas com o gigante tecnológico de Jeff Bezos, Amazon.

"Pense na Amazon em 1998, quando as pessoas não a entenderam", afirmou Kernen.

Muitos comparam a bolha das empresas de tecnologia ocorrida nos anos noventa com a queda do mercado de criptomoedas em 2018. 

A Amazon estava no seu auge durante a bolha das pontocom no fim da década de 90, mas viu seu preço despencar quando a bolha das empresas de tecnologia explodiu. Em 2019, a Amazon é considerada uma das empresas mais valiosas do mundo, com uma capitalização de mercado de US$ 877 bilhões.

Notavelmente, a recuperação contínua do Bitcoin tem sido muito mais suave em comparação com a Amazon. O usuário do Twitter Ceteris Paribus utilizou dados do site Messari para comparar os dois ativos.

Segundo Ceteris Paribus:

"O último ciclo do BTC reflete o AMZN durante a bolha das 'pontocom', mas a recuperação foi muito mais rápida. Mesmo com a recente venda, o Bitcoin está 54% abaixo da sua alta, contra os 85% que a Amazon negociava em um período semelhante."

Parece que não é somente o apresentador da CNBC que está otimista em relação ao ativo digital. Conforme reportado pelo Cointelegraph, os mineradores da rede Bitcoin estão investindo cada vez mais nesta indústria e se mostram otimistas em relação ao mercado de criptomoedas.