Lançamento do serviço de pagamentos e compensação blockchain CLSNet apresenta Goldman Sachs e Morgan Stanley

O serviço de pagamento e compensação blockchain do gigante de forex exchange (FX) dos EUA CLS foi ao ar hoje, 28 d enovembro. De acoordo com um comunicado de imprensa da empresa, Goldman SachsMorgan Stanley estão entre os usuários iniciais do serviço, que foi construído em conjunto com a IBM.

O Grupo CLS supostamente liquida uma média de US $ 5 trilhões em instruções de pagamento diariamente, e tem membros incluindo Goldman Sachs, JPMorganBarclays e Citigroup.

O CLSNet da empresa, descrito como "o primeiro aplicativo empresarial global de mercado de FX que funciona com blockchain em produção", também tem participação "comprometida" de seis entidades internacionais, incluindo a filial de Hong Kong do Banco estatal da China.

A identidade dos outros clientes alinhados para usar o serviço de compensação de pagamento blockchain, que ajuda a estabilidade do fluxo de caixa agrupando vários pagamentos antes do tempo, não foi revelada.

O CLS anunciou o lançamento iminente em uma conferência no início deste mês, informou a Cointelegraph, com testes finais em execução dsde julho.

Alan Marquard, diretor de estratégia e desenvolvimento, comentou o lançamento:

"Um processo padronizado e automatizado de compensação de pagamentos resultará em melhor liquidez intraday, redução de custos, maior eficiência operacional e, em última instância, suporte ao crescimento dos negócios".

A decisão não surpreende tanto do Goldman quanto do Morgan, ambos pesos-pesados de Wall Street sinalizando  a intenção de lançar diretamente os produtos relacionados ao Bitcoin.

Blockchain em pagamentos também continua a ver expansão, com os esforços concentrados em aumentar a velocidade, eficiência e rentabilidade dos pagamentos transfronteiriços usando tokens cripto como Ripple (XRP).

Marie Wieck, gerente geral da IBM Blockchain, que ajudou a construir o CLSNet, continuou a narrativa, acrescentando:

“Com o CLSNet agora em produção com dois dos maiores bancos do mundo, para uma importante função de mercado, é uma prova da maturidade contínua da tecnologia blockchain e do valor que ela pode oferecer na prática.”