CEO da Circle diz que mais clareza regulatória por parte da SEC nos EUA ajudará a destravar os mercados de cripto

O CEO e cofundador da Circle, empresa de financiamento cripto do Goldman Sachs, disse que o maior obstáculo regulatório enfrentado hoje é a falta de clareza do regulador de valores mobiliários dos Estados Unidos sobre como definir vários ativos cripto.

Jeremy Allaire fez seus comentários em uma sessão de AMA (Ask Me Anything - pergunte-me qualquer coisa, em tradução livre) no Reddit que ele iniciou em 10 de janeiro, juntamente com o cofundador do Circle, Sean Neville, e outros representantes da empresa.

Em resposta a uma pergunta sobre os esforços da Circle para educar reguladores como a Comiss~]ao de Valores Mobiliários (SEC) sobre a indústria de cripto, bem como os desafios específicos que a empresa enfrenta, Allaire escreveu:

“O maior e mais imediato obstáculo regulatório que enfrentamos é a falta de orientação específica da SEC sobre como classificar vários ativos de cripto. Acreditamos que muitos são claramente moedas e commodities, e precisa haver mais especificidade sobre o que são realmente títulos. Isso pode liberar muita atividade do mercado e também permitir claramente o crescimento de um mercado para títulos baseados em criptografia.”

Em resposta a outras perguntas focadas na regulamentação, Allaire também declarou a crença da Circle de que o tratamento tributário deveria ser diferenciado para transações cripto-cripto - observando que a França avançou à frente de outros países na busca de uma emenda estatutária para esse fim.

Conforme relatado, o projeto de lei da França para facilitar a taxação cripto enfrentou recentemente um revés no parlamento.

Outros tópicos que ganharam força no tópico foram discussões de altcoins focadas na privacidade, como o Monero (XMR), com muitos redditers interessados ​​em obter insights sobre a abordagem da Circle para lidar com o escrutínio dos órgãos reguladores e da aplicação da lei em blockchains opacos.

Robert Bench, diretor de conformidade e diretor de regulamentação da Circle, esclareceu que, embora nenhuma legislação específica tenha sido elaborada nos Estados Unidos a respeito de moedas de privacidade, a Circle pode levar em conta esses ativos para as avaliações de risco de seus clientes.

Observando que o cumprimento da privacidade e do cumprimento da Lei Antilavagem de Dinheiro (AML) é uma prioridade na agenda dos reguladores, ele acrescentou que “não subestimaria a capacidade da indústria inteligente e dos participantes do governo em encontrar soluções para fornecer transparência sobre essas moedas [no futuro].

Como relatado, Allaire previu recentemente que o Bitcoin (BTC) acabará por valer muito mais do que agora, mas parou aquém do maximalismo Bitcoin, afirmando:

“Eu não acho que seja vencedor leva tudo. Temos a frase "a tokenização de tudo" e acreditamos que os tokens cripto representarão todas as formas de ativos financeiros no mundo. Haverá milhões deles em anos.”