A nova atualização de firmware da gigante chinesa da mineração Bitmain reacende a controvérsia do AsicBoost

O gigante chinês de mineração de criptomoeda Bitmain confirmou que vai lançar uma atualização de firmware para o chamado "Overt AsicBoost" em todos os seus modelos Antminer em um post de blog, na segunda-feira, 22 de outubro.

A Bitmain, que detém o monopólio da mineração de Bitcoin através de suas subsidiárias de mineração, BTC.com e Antpool, disse que o lançamento começará com o seu mais recente produto Antminer S9, estendendo-se para versões mais antigas na próxima semana.

O aplicativo AsicBoost se refere a um método de aumentar a “eficácia” da mineração para os Antminers, diz Bitmain, de uma forma que não produz “qualquer impacto negativo no protocolo Bitcoin”.

"Inicialmente, decidimos não ativar essa função matemática em hardware de mineração produzido por nós, em grande parte por causa da incerteza jurídica em torno do uso do AsicBoost", diz o post:

"Como organização, não queremos violar as leis de patentes nem agir de forma inconveniente".

Bitmain acumulou uma série de críticas a partir de 2017 sobre o AsicBoost, com os desenvolvedores do Bitcoin Core expressando preocupações de que os ganhos de eficiência exploradores do protocolo poderiam, em última análise, desestabilizar a rede Bitcoin.

O último lançamento também não foi sem controvérsia, o post do Bitmain vem poucos dias depois que a concorrente mineradora Slush Pool avisou a comunidade que a atualização não era compatível com seus requisitos.

Isso, um conhecido comentarista de cripto do Twitter sugeriu na sequência, foi um fator que pode ter feito Bitmain “preocupado” com a perda de mineradores.