Bilionário investidor em cripto vai desenvolver Stablecoin dentro de fundo Blockchain baseado em Hong Kong

O investidor cripto chinês Li Xiaolai vai liderar um projeto de stablecoin dentro da Grandshores Technology, um fundo blockchain baseado em Hong Kong, de acordo com um documento oficial divulgado na segunda-feira, 3 de dezembro.

Li Xiaolai, o "magnata" do Bitcoin (BTC) da China, também foi nomeado diretor executivo e co-diretor executivo da Grandshores Technology a partir de segunda-feira, 3 de dezembro.

Dentro da nova posição no fundo blockchain, Li Xiaolai liderará várias iniciativas, incluindo o lançamento de uma stablecoin, criação de um banco de dados público baseado no Directed Acyclic Graph (DAG), desenvolvimento de tecnologias Trusted Execution Environment (TEE) e outras projetos relacionados a blockchain.

De acordo com o relatório, a nova stablecoin representará um “sistema monetário digital estável” que será focado nas principais moedas globais.

Conforme relatado anteriormente pela Cointelegraph, o fundo de inovação blockchain da Grandshores Technology revelou seus planos em meados de setembro de levantar US $ 12,7 milhões para financiar moedas estáveis.

O presidente do fundo, Yao Yongjie, anunciou que a companhia planeja lançar três moedas stablecoins, com o primeiro a ser baseado no iene japonês. Espera-se que outras duas stablecoins estejam atreladas ao dólar de Hong Kong e da Austrália. Como relatado anteriormente, a Grandshores Technology está planejando oferecer investimentos por meio da stablecoin Tether (USDT), com uma stablecoin do iene estabelecida para ser lançada em janeiro de 2019.

No início de outubro, Li Xiaolai afirmou que deixará de investir em projetos relacionados a blockchain, citando o aumento da atividade fraudulenta na indústria de blockchain.