Ministério de TI da China quer um sistema padrão de Blockchain

O Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação (TI) da China realizou um estudo sobre as tecnologias Blockchain para promover a "formação de um sistema padrão Blockchain completo o mais rápido possível", de acordo com um comunicado de imprensa divulgado ontem, 12 de março.

A Divisão de Serviços de Informação e Software do Ministério da Indústria e TI, juntamente com o Instituto de Padronização Eletrônica da China, criarão um comitê para promover o Blockchain Nacional e a tecnologia de livro-razão distribuído.

O comunicado de imprensa observa que outras organizações internacionais, como a Organização Internacional de Padronização (ISO) já começaram a padronizar a tecnologia Blockchain. A China fez um "progresso positivo" nesse processo por meio de seu status de país participante do Comitê Blockchain da ISO e do comitê de tecnologia de livro-razão distribuído (DLT), TC 307.

Embora a China tenha banido as Ofertas Iniciais de Moedas (ICO) e casas de câmbio tanto domésticas como estrangeiras, sua legislação contra criptomoeda não impediu o país de apoiar o Blockchain, a tecnologia por trás da cripto.

Um dos principais varejistas da China, a JD.com lançou uma startup de incubação de Blockchain no final de fevereiro deste ano. O mesmo revendedor também começou a usar o Blockchain para rastrear a cadeia de suprimentos de suas vendas de carne no início de março.