China cairá furiosamento sobre todos os negócios em Bitcoin

Tem sido umas semanas tumultuado as últimas na comunidade de Bitcoin, à medida que notícias negativas são disseminadas, levando a preços mais baixos. As notícias de um banimento por parte da China de casas de câmbio, bem como uma retórica negativa do CEO do maior banco do mundo (JP Morgan Chase), quebraram as pernas do preço do Bitcoin.

No entanto, um artigo recente no Wall Street Journal indica que a notícia negativa ainda não está concluída. De acordo com fontes não divulgadas, o governo chinês decidiu oficialmente reprimir todas as negociações de Bitcoin e de criptomoedas, e não apenas câmbios comerciais. De acordo com o WSJ:

"Uma repressão mais ampla provavelmente incluirá o bloqueio do acesso da China continental a sites de casas de câmbio de Bitcoin estrangeiras, como a Coinbase nos EUA e a Bitfinex em Hong Kong, dizem pessoas familiarizadas com o assunto".

Fontes?

Se esta repressão é uma segunda adição aos já rumorados fechamentos das casas de câmbio está para ser visto. O artigo do WSJ não forneceu fontes para a divulgação, dizendo apenas:

"Funcionários comunicaram a mensagem a vários executivos da indústria em uma reunião fechada em Pequim na sexta-feira, de acordo com as pessoas que estavam na reunião".

No entanto, independentemente da posição do governo chinês, a comunidade Bitcoin já reagiu, transferindo grande parte da ação para o Japão, onde os regulamentos são mais brandos. O preço do Bitcoin se recuperou, mesmo que as notícias negativas continuem.


Siga-nos no Facebook