CEO da HyperBlock sugere campanha de 'marketing de referência' para impulsionar o preço do BTC

O CEO da HyperBlock, Sean Walsh, sugeriu que grandes players da indústria de criptomoedas invistam em campanhas de marketing de referência para impulsionar os preços do Bitcoin. Walsh, que falou durante o WDMS 2019, defendeu sua tese alegando que toda vez que o número de wallets com pelo menos 1 BTC passa de 1% há um aumento nos valores da criptomoeda.

“Toda vez que o crescimento de carteiras excede 1%, há um crescimento positivo no Bitcoin. Isso significa que a aquisição de clientes pode levar a um preço mais alto do Bitcoin. A lei de Metcalfe nos mostra que o valor da rede aumenta proporcionalmente ao quadrado de seus usuários”, disse.

Desta forma, segundo ele, tal qual a Amazon, o Bitcoin poderia ser ‘impulsionado’ por uma grande campanha de ‘afiliados’ que seria capaz de ser um catalisador para uma nova alta.

“O programa de afiliados usado pela Amazon funciona da seguinte maneira: quando um usuário clica em um link em um site diferente para acessar a Amazon, o site recebe uma comissão da Amazon devido ao código de rastreamento de referência no link. Da mesma forma, as alianças Bitcoin pagarão taxas de referência para aquisição de clientes. Investir em um programa desse tipo custará muito pouco, mas causará um enorme aumento no valor do Bitcoin. O ROI pode ser enorme”, argumentou.

Como noticiou o Cointelegraph, para além das variações no preço o especialista em criptomoedas e fundador da empresa de investimentos Morgan Creek, Anthony Pompliano indicou que manter a posse dos ativos digitais por um longo período de tempo é a melhor opção de investimento com criptomoedas.

Confira mais noticias