Supressão do Sálario Pago em Dinheiro Recomendado para a Economia Britânica

O Reino Unido deve acabar com a "economia do dinheiro-na-mão", transformando trabalhadores que recebem em dinheiro vivo em "contratadores dependentes", disse um assessor do governo.

Em uma revisão de práticas empregatícias, Matthew Taylor sugeriu que eram necessárias mudanças para a economia informal do país, no valor de cerca de £ 6 bilhões por ano.

A primeira-ministra Theresa May deve apresentar e comentar o relatório mais tarde hoje, e se concentrará na necessidade de "proteção" dos funcionários, informa a BBC.

"Estou claro que esse governo atuará para garantir que os interesses dos empregados nos contratos tradicionais, os trabalhadores independentes e as pessoas que trabalham na economia 'gig' estão devidamente protegidos", May dirá.

Taylor cunhou o termo "contratador dependente" para se referir a uma necessidade similar de maior proteção para os "trabalhadores em dinheiro vivo" dos empregadores.

Para aqueles céticos dos planos, no entanto, "dependente" poderia representar um argumento para a falta de privacidade e o aumento de controle da renda privada por parte das autoridades centrais.

"Na minha opinião, há muito trabalho, especialmente no final do mercado de trabalho, que não é de qualidade suficiente", disse Taylor à BBC. "Há muitas pessoas que não têm seus direitos plenamente respeitados.

Na semana passada, o Reino Unido viu a estréia da plataforma salarial Bitcoin Bitwage, que permite que os empregadores paguem todo ou parte do pagamento de um trabalhador na moeda virtual.

Bitwage diz: Fundador da @Bitwage @JonChest discursa no lançamento no Reino Unido no @thebtcpodcast https://t.co/KXEIsz3Epu começando em no minuto 30:37


Siga-nos no Facebook