Casa de câmbio cripto canadense QuadrigaCX culpa grande banco por atrasos

A maior casa de câmbio do Canadá, QuadrigaCX, está culpando a ação legal de um grande banco por atrasos quando os clientes sacam fundos, informou o Globe and Mail em 8 de outubro.

A casa de câmbio de cripto com base em Vancouver QuadrigaCX foi fundada çada em 2013 e é conhecida como a primeira casa de câmbio do Canadá a ser licenciada pelo Centro de análise de relatórios e transações inanceiras do Canadá (FINTRAC). No momento da impressão, o volume diário de negociação da Quadriga é de cerca de US $ 600.000 de acordo com a CoinMarketCap.

Alegadamente a Quadriga afirma que está enfrentando dificuldades para acessar US $ 21,6 milhões de seus fundos desde janeiro, quando o Banco imperial canadense de comércio (CIBC) congelou cinco contas pertencentes ao processador de pagamentos da casa de câmbio, a Costodian Inc., e seu proprietário, Jose Reyes. O banco supostamente congelou as contas devido a uma incapacidade de identificar os proprietários dos fundos.

De 4 de dezembro de 2017 a 20 de fevereiro de 2018, 388 usuários depositaram um total de US $ 51,8 milhões nas contas, de acordo com o CIBC. Mais tarde, alguns desses fundos foram retirados, deixando cerca de US $ 21,6 milhões nas contas.

De acordo com o Globe and Mail, o CIBC pediu ao tribunal para reter os fundos em questão e decidir se eles pertencem à QuadrigaCX, à Costodian ou aos 388 usuários que depositaram os fundos. A Quadriga disse posteriormente ao tribunal que o banco congelou os fundos por engano e alega ser o proprietário indiscutível da maior parte dos fundos, já que não há "evidências" de reivindicações concorrentes. A Quadriga disse:

"Este tribunal não deve sucumbir à especulação infundada e altamente ofensiva do banco de que deve haver negócios escusos em andamento, porque o negócio da Quadriga é uma plataforma de negociação para indivíduos que negociam criptomoedas".

Gerald Cotten, CEO da Quadriga, disse que a questão legal resultou em atrasos para uma "pequena fração" dos 350 mil usuários da casa de câmbio. Nenhuma das alegações foi provada no tribunal, de acordo com o Globe and Mail. Cotten disse:

"Atualmente há atrasos para algumas opções específicas de saque, particularmente devido ao fato de que a CIBC está retendo dezenas de milhões de dólares que nos pertencem e que estavam em uma conta de um dos nossos processadores de pagamento".

O número de participantes na área de cripto que foram excluídos pelos bancos é "surpreendente", de acordo com Cotten. De acordo com o Globe and Mail, a Quadriga disse aos clientes que os bancos no Canadá estão "conspirando" contra empresas de cripto.