Canadá: Banco TD proíbe as compras de criptos com cartões de crédito, seguindo tendência global

Seguindo os passos de vários grandes bancos em todo o mundo, o Toronto-Dominion Bank (TD), um dos maiores bancos da América do Norte, anunciou   em uma declaração de e-mail aos clientes na sexta-feira, 23 de Fevereiro, que está proibindo a compra de   criptomoedas com cartões de crédito , segundo informou o jornal local The Globe and Mail .

Um representante da TD, o primeiro e maior banco canadense após decretar tal proibição, disse que o banco avalia regularmente suas políticas e medidas de segurança "para servir e proteger os clientes, bem como o banco".

O movimento da TD faz parte de uma tendência global pela maioria dos bancos para proibir os clientes de comprar criptomoedas com cartão de crédito. A onda de proibições foi iniciada pelos gigantes americanos J.P. Morgan Chase, Bank of America, e Citigroup em 3 de Fevereiro, e seguido pelo maior banco do Reino Unido , Lloyds Banking Group, em 5 de Fevereiro, e o Virgin Money da Austrália , África do Sul e no Reino Unido em 6 de Fevereiro. Na semana passada , o Citibank India prosseguiu com a proibição de cartões de crédito e débito para compras de cripto.

De acordo com The Globe and Mail em 23 de Fevereiro, o Royal Bank of Canada fez questão de afirmar que ele permite compras de criptomoedas tanto com cartões de crédito como com cartões de débito, mas também adverte seus clientes sobre riscos de alta volatilidade que "poderiam expô-los a níveis de dívida substancialmente mais elevados do que eles podem pagar".

Em um movimento contrastante para a indústria local, em 13 de Fevereiro, uma bolsa de valores canadense anunciou que em breve lançará sua própria plataforma de compensação e liquidação de títulos baseada em Blockchain que ajuda as empresas a angariar fundos através de tokens de segurança totalmente regulamentados emitidos pela empresa.