Tchau Bancos! Investiments em Fintech Ainda são Fortes após Crescimento de 30% em 2017

Apesar do Brexit e grandes financeiras se mudando de Londres, o investimento em startups fintech no Reino Unido aumentou mais de 30% em 2017.

Em comparação com o mesmo período do ano passado, as startups do Reino Unido estão desafiando as mudanças burocráticas e os investidores estão seguindo, contribuindo com US$ 564 milhões nos dois primeiros trimestres.

Mais de metade desse montante veio de fontes estrangeiras, a Reuters informa citando estatísticas do organismo comercial Innovate Finance.

O diretor financeiro do órgão, Abdul Haseeb Basit, disse à publicação:

"Se eles não investirem em empresas do Reino Unido, eles sentem que podem perder uma oportunidade. O apetite ainda é forte".

O otimismo contrasta fortemente com os recentes anúncios de gigantes globais como Morgan Stanley e Goldman Sachs, que disseram que estavam pensando em se mudar para Frankfurt para evitar as consequências do Brexit.

"As coisas diminuíram, mas vimos uma recuperação melhorada desde o referendo no ano passado", acrescentou Basit, observando que os números ainda estão atrasados em relação a 2015.

As empresas ainda enfrentam uma dor de cabeça em relação à saída do Reino Unido da União Européia, com ministros prometendo um "white paper" sobre o processo em setembro de 2018, incluindo seu impacto em questões como a liberdade de circulação dos cidadãos e do trabalho.

Anteriormente, enquanto isso, o unicórnio do Fintech existente, a TransferWise dobrou o compromisso de não deixar Londres depois do divórcio, atualmente estabelecido para a Primavera de 2019.


Siga-nos no Facebook