Compraram o FUD: Grande mídia convencida que o hack da Coinrail causou o desabamento do preço das criptos

Usuários de criptomoeda estão dando vazão à frustração em 11 de junho, depois que os principais meios de comunicação informaram que o mercado de cripto havia caído, em parte devido ao hack de uma pequena casa de câmbio da Coreia do Sul chamada Coinrail.

Enquanto o Bitcoin e as altcoins caíam em 10 de junho, fontes como BloombergWall Street Journal (WSJ), Reuters, the Guardian e outras afirmaram que o hack da Coinrail – que causou prejuízos de US $ 37 milhões – havia afetado o mercado. A casa confirmou a "intrusão cibernética" em um tuíte no domingo, e em um post em seu site, mas ainda precisa especificar o valor das perdas.

"O entusiasmo pelas moedas virtuais diminuiu em parte devido a uma série de roubos cibernéticos", escreveu a Bloomberg em 10 de junho, citando um trader de forex de Cingapura que disse à publicação que a Coinrail levou a vendas generalizadas, provocando a queda dos preços.

O WSJ aumentou a sensação de confusão emergente dos últimos acontecimentos, enquanto parecia confuso sobre a criptomoeda de forma mais ampla, alegando que as altcoins roubadas da Coinrail eram “versões alternativas do Bitcoin”.

Por outro lado, ambos os relatórios reconheceram a escala insignificante da operação da Coinrail, sendo a casa apenas a 99ª maior em termos de volume de negócios, negociando US $ 2,65 milhões no dia anterior à invasão.

"O WSJ acha que o preço do bitcoin caiu 11% porque uma pequena casa de câmbio de criptomoeda na Coreia do Sul que uma porção muito pequena dos usuários locais que a utilizou foi hackeada", resumiu o jornalista e comentarista da indústria Joseph Young em mídia social:

“O Bitcoin caiu porque as pessoas venderam e poucas pessoas estavam dispostas a comprar, não por causa de um pequeno hack.”

Como a Cointelegraph relatou anteriormente, as teorias sobre a queda de markey de domingo incluem o fato de que os reguladores dos EUA lançaram uma investigação em quatro casas de câmbio baseadas nos EUA, enquanto alguns traders apontam fundamentos de longo prazo para explicar o comportamento do Bitcoin.

Tone Vays, que previu uma queda significativa no BTC/USD até 2018, produziu novas análises destacando semelhanças entre Bitcoin no segundo trimestre deste ano e em 2014. Não apenas o preço, mas várias outras medidas apontaram para um período prolongado de condições de mercado de baixa, ele disse.

Conforme explicado no vídeo de preço $BTCUSD de hoje, mesmo se NÃO olharmos para o preço e apenas para os 3 osciladores mais populares (#RSI, #MACD, #Stochastics), todas as métricas colocam a perspectiva do #Bitcoin idêntica ao do final de agosto de 2014.

Para Vays, o Bitcoin deve cair abaixo de US $ 5.000, marcando sua primeira movimentação neste patamar desde outubro de 2017.

O Bitcoin está sendo negociado atualmente em cerca de US $ 6.770, queda de 6% no dia.