Compre Bitcoin antes da próxima corrida de touros no H2 de 2019, aconselha analista da Fundstrat

O preço do Bitcoin (BTC) pode recuar em breve, mas os investidores devem alavancá-lo para comprar mais, disse a Bloomberg citando a empresa de estratégia de mercado Fundstrat Global Advisors em 3 de maio.

Em uma nota aos clientes de 2 de maio, o analista da Fundstrat, Robert Sluymer, disse que, embora a força atual do Bitcoin marque o início de uma tendência de alta de longo prazo, a fase de acumulação ainda não terminou.

O par BTC/USD escalou ao longo desta semana para atingir os máximos de 2019 na sexta-feira, continuando a atingir os seus níveis mais altos desde o colapso  de novembro de 2018.

"Use recuos pendentes para continuar acumulando Bitcoin no segundo trimestre, em antecipação a um rali na segunda metade, com uma resistência ao redor de 6.000", recomendou ele, sinalizando que a volatilidade deve aparecer no curto prazo. Slyumer continuou:

"Embora seja prematuro concluir que o Bitcoin não testará novamente o suporte perto de US$ 4.300, incentivaríamos traders e investidores a permanecerem focados no perfil técnico de longo prazo em alta".

Sluymer estava seguindo o crescente sentimento de alta do Bitcoin nos círculos de analistas, que nesta semana incluiu seu colega de Fundstrat, o executivo Tom Lee, que também revelou que ele estava positivo quanto ao ano que vem.

Especificamente, 2020 deve ver o Bitcoin postar novos recordes históricos acima de US$ 20.000, de acordo com Lee.

Na época do colapso de novembro do Bitcoin, Sluymer havia antecipado corretamente o problema à frente, avisando que levaria tempo para o Bitcoin recuperar sua robustez técnica.