O maior banco britânico proíbe compra de criptomoedas com cartão de crédito

O Lloyds Banking Group, o maior banco do Reino Unido, tornou-se o primeiro grande fornecedor de cartões de crédito do país a proibir seus clientes de usar cartões de crédito para comprar criptomoedas, o Daily Telegraph noticiou hoje, 5 de fevereiro.

A sua proibição segue diretamente nos calcanhares como uma decisão idêntica a da J.P. Morgan Chase, Bank of America e Citigroup de ontem para proibir compras com cartões de crédito de criptomoedas para seus clientes.

O Lloyds, que contém Halifax, Bank of Scotland e MBNA, bloqueará seus 9 milhões de clientes de cartões de crédito de fazer compras de criptos através de uma lista negra online que irá marcar vendedores. Os clientes do Lloyd ainda poderão comprar criptomoedas com seus cartões de débito.

O bloqueio dos cartões de crédito foi instituído depois que o Bitcoin (BTC) sofreu uma queda de preço no mercado esta semana, caindo abaixo de $8000 por vários dias seguidos. O Lloyds disse que esta proibição "protegerá os clientes" que poderiam acumular grandes quantidades de débito no cartão de crédito se o preço do mercado continuar caindo.

O Bitcoin está sendo negociado por cerca de $7.451 no atual momento, baixando cerca de 14% ao longo de um período de 24 horas.