Brian Armstrong: Coinbase assinou 50.000 usuários por dia em 2017

 

O CEO da Coinbase, Brian Armstrong, disse em uma entrevista em 14 de agosto à Bloomberg que estava registrando 50.000 usuários por dia em 2017.

Falando no Bloomberg Players Technology Summit em San Francisco na terça-feira, Armstrong disse que “a tecnologia [Bitcoin] está passando por uma série de bolhas e correções, e cada vez que faz isso, está em um novo patamar”. Ele acrescentou que “ as expectativas das pessoas estão em todo o mapa, mas a adoção no mundo real tem aumentado”, afirmando que ele vê“ a adoção no mundo real aumentando consideravelmente a cada ano”.

Quando perguntado sobre suas expectativas para as ofertas iniciais de moeda (ICOs), Armstrong disse que as ICOs são "uma inovação importante no mundo", pois fornecem uma oportunidade para pessoas de todo o mundo levantarem fundos para novos empreendimentos sem depender de redes pessoais de investidores anjos. "É um grande avanço", disse ele.

Embora existam questões legais a serem consideradas, Armstrong disse que espera que a tendência da ICO continue, dizendo que “as ICOs estão quebrando todos os recordes de crowdfunding anteriores”.

Armstrong disse que a Coinbase ajudou os clientes a comercializar US $ 150 bilhões em moedas digitais em 2017. Ele estimou que cerca de 10% das criptomoedas são usadas na vida real, em jogos e outras compras online.

No início desta semana, a Coinbase anunciou a redução da taxa de administração anual do Fundo de Índice “para todos os investidores novos e existentes” de 2 para 1% para “atrair investidores que estão familiarizados com fundos com taxas mais baixas em outras classes de ativos”. dia, a bolsa também anunciou que o Fundo de Índice foi reequilibrado para incorporar a Ethereum Classic (ETC), seguindo a listagem oficial da altcoin na Coinbase na semana passada.

Na semana passada, a Coinbase renovou com sucesso sua licença de transmissor de dinheiro no estado de Wyoming. A licença havia sido suspensa em meados de 2014 devido a estipulações na lei estadual que exigiam que todas as bolsas de valores "reservassem duplamente" os ativos digitais dos residentes do estado com moeda fiduciária.