Bloomberg: Barclays pergunta aos clientes sobre o comércio de criptomoedas

O banco de investimento internacional Barclays vem revisando a possibilidade de abrir uma mesa de negociação cripto , segundo informaram fontes familiarizadas com o assunto à Bloomberg no dia 16 de abril.

De acordo com as fontes, a Barclays realizou apenas uma avaliação preliminar sobre se o interesse do cliente era suficiente. As fontes disseram à Bloomberg que prefeririam permanecer anônimas, já que a informação ainda não foi divulgada.

Devido à “novidade da classe de ativos, requisitos de risco e conformidade”, a abertura de uma mesa de cripto exigiria a aprovação do presidente do Barclays International, Tim Throsby, e do diretor executivo do grupo, Jes Staley.

Em setembro do ano passado, Throsby disse que o Barclays reavivaria o "zelo comercial" ao autorizar bilhões de dólares em capital em negociações de alto risco. A Bloomberg afirma que o Bitcoin , com suas "variações de preço", pode ser o tipo de investimento que eles estão procurando. O porta-voz do Barclays, Andrew Smith, disse:

“Estamos constantemente monitorando a evolução do espaço da moeda digital e continuamos a dialogar com nossos clientes sobre suas necessidades e intenções nesse mercado.”

Abrir uma mesa de negociação cripto representaria um movimento “pioneiro” de uma instituição financeira tradicional em direção à adoção da moeda digital convencional. Os fundos de cobertura que negociam moedas digitais têm procurado bancos que lidem com transações, como os corretores principais fazem com os títulos. Algumas firmas de Wall Street permitem que os clientes invistam em contratos futuros de Bitcoin oferecidos pelo CME Group Inc . e CBOE Global Markets Inc .

Em janeiro, o CEO da Goldman Sachs, Lloyd Blankfein, desmentiu rumores de que eles estariam iniciando uma mesa de negociação de criptomoeda, embora o banco de investimentos de Nova York detenha uma participação em uma mesa de negociação de moeda digital desde 2015.