'Blockchain vai gerar mais de US$ 3 trilhões e superar Facebook, Google, Alibaba e Netflix', diz fundador da NEO

Em palestra durante a Blockshow 2019, conferência realizada pelo Cointelegraph em Singapura, o fundador da NEO, Da Hongfei, destacou que a blockchain será a "espinha dorsal" de uma nova era tecnoloógica e vai gerar mais de US$ 3 trilhões em negócios até 2030

Segundo o fundador da NEO, o valor será atingido em até 10 anos, e vai superar o valor de mercado de hoje do Facebook, Amazon, Alibaba, Netflix e Google, pois, segundo ele, a tecnologia será o "layer fundamental" de uma nova internet de valor: 

“A blockhain vai gerar mais de US$ 3 trilhões em negócios, curiosamente, o valor que hoje têm as grandes empresas de tecnologia: Facebook, Amazon, Google, Alibaba e Netflix. Ela será a espinha dorsal de uma nova internet de valor que também irá conectar grandes comporações da internet além de permitir que novas tecnologias exerçam seu potencial como 5G e IoT”.

Para Hongfei, a internet introdozuiu o mundo em uma nova realidade digial que trouxe inúmeras possibilidades e foi uma das principais invenções da era moderna, contudo, ela também precisará se ‘renovar’ para atender aos anseios de uma nova era que se inicia.

“A internet é uma grande invenção e sem ela não haveria muitas coisas que hoje são ‘fundamentais’ para todos nós, contudo, assim como não havia clareza quanto ao seu potêncial no incio e como ela iria mudar a nossa vida, o mesmo ocorre agora com blockchain”. disse.

Segundo ele, a internet de hoje tem dois grandes problemas, um deles um ‘isolamento horizontal’ no qual grandes quantidades de dados estão controladas por grandes comglomerados como FAcebook, Alibaba, Google entre outros que não se comunicam entre si.

Outro problema é com relação ao que o fundador da NEO chama de “fricção vertical” na qual tecnologias como Inteligência Artificial, 5G, IoT entre outras, precisam de um layer de interoperabilidade para potencializar suas caracteristicas.

“A internet do futuro precisa da blockchain como ponto de intersecção entre diferentes atores e diferentes pontecialidades, a baixa latencia do 5G pode impulsionar IoT contudo, sem blockchain como os dados poderão ser compartilhados entre equipamentos garantindo a privacidade e a coneção entre eles, portanto, estamos falando aqui sobre como o mundo será construido para  potencializar as interações digitias com o as interações 'fora' da internet”, destacou.