Exchange Bitstamp configura nó da Lightning Network

A exchange europeia Bitstamp configurou seu próprio nó para a Lightning Network (LN), com objetivo de aprimorar as habilidades da rede, conforme a empresa tuitou em 8 de julho.

Como segunda camada da blockchain da maior criptomoeda, o Bitcoin (BTC), a LN é desenvolvida para oferecer transações rápidas e sem taxas, criando canais de pagamento entre os usuários. No caso, a rede trabalha no problema da escalabilidade do Bitcoin ao manter a maioria das transações fora da cadeia.

Com o lançamento de seu próprio nó na LN, a Bitstamp busca promover o crescimento da rede e encorajar a indústria cripto a adotar a tecnologia, como a própria empresa anuncia no texto ofical de lançamento.

Bitstamp diz que trazer mais nós para a LN manterá a rede ativa, descrevendo os nós como suas unidades básicas de construção. À medida que mais nós geram canais de pagamento, a liquidez total da rede aumenta, o que aumenta as capacidades de transações na rede, explica a Bitstamp.

Mais recentemente, os serviços da LN ficaram disponíveis na importante exchange cripto e serviço de carteiras norte-americana Coinbaseatravés do provedor de recarga de pagamento cripto Bitrefill. No fim de maio, a Bitfinex revelou seus planos de lançar suporte à LN para a  stablecoin USDT, operada pela empresa-irmã Tether.

No momento, a Bitstamp é a 39a exchange cripto do mundo, segundo seu volume de negociação diária ajustada, atualmente em US$ 175 milhões, de acordo com dados do CoinMarketCap.

Em maio, o Cointelegraph noticiou que a Bitstamp lançou uma investigação depois de uma grande ordem de venda de Bitcoin ter afetado seu registro de ordens.