CEO da Bitmex diz que 'vai acabar com o economista Nouriel Roubini' em debate

Arthur Hayes, CEO de uma das maiores exchanges de criptomoedas do mundo, disse nesta quarta-feira, 19 de junho,que vai "'limpar o chão' com o economista Nouriel Roubini", famoso crítico do Bitcoin (BTC), em debate que está marcado para acontecer em julho de 2019.

Confirmando sua participação no debate com o veterano da economia, o diretor máximo da BitMEX prometeu em sua conta do Twitter defender o Bitcoin diante de um de seus críticos mais diretos.

O debate, descrito pelos organizadores como o "maior na história da criptomoeda", acontecerá em 3 de julho de 2019 na Asia Blockchain Summit, em Taipei.

Apelidado de "Cryptocurrency Duel", o evento ecoa um encontro anterior entre Roubini e o guru da negociação de Bitcoin Tone Vays, que foi marcado pelo primeiro gritando com seu oponente quando ele tentou construir argumentos sobre a criptomoeda.

"Vou limpar o chão com esse idiota", prometeu Hayes no Twitter.

Roubini se autodenomina o "último opositor" quando se trata de Bitcoin. Conhecido como Dr. Doom (algo como "Dr. Desgraça", em tradução livre) por sua negatividade, o economista continua a expressar dúvida sobre qualquer criptomoeda ter um futuro tangível na economia global.

Sua explosão mais recente se concentrou em moedas estáveis (stable coins), que ele descreveu como um paradoxo, já que a maioria delas são instáveis e não totalmente apoiadas por moedas fiduciárias.

"Elas são como regimes de taxas fixas ou fóruns monetários que acabam entrando em colapso", ele twittou.

Anteriormente, em novembro de 2018, com o preço do Bitcoin sofrendo uma queda acentuada após o fork do Bitcoin Cash (BCH) que criou o Bitcoin SV (BSV), Roubini afirmou que o evento era um sinal de que o Bitcoin estava caminhando para zero.

Desde então, Roubini testemunhou a recuperação dos mercados ao seu nível mais alto em mais de um ano, mas o economista não mostra nenhum sinal de que tenha mudado de idéia em relação ao ativo digital.

O debate com Hayes acontecerá várias semanas antes que o setor de criptomoedas enfrente outro de seus críticos - o CEO da Berkshire Hathaway, Warren Buffett.

Tendo chamado Bitcoin de “veneno de rato ao quadrado”, Buffett realizará seu evento anual de almoço de caridade na companhia de algumas das figuras de criptomoedas mais conhecidas.

Justin Sun, CEO da plataforma blockchain Tron, venceu o leilão para o evento e pagou mais de US$ 4,5 milhões para jantar com Buffett.

Charlie Lee, criador do Litecoin, também participará do evento, juntamente com vários outros adeptos das criptos - o Cointelegraph já trouxe os detalhes do evento neste outro artigo