BitMEX terá acesso limitado em Seychelles, Hong Kong e Bermudas

A importante exchange BitMEX anunciou que vai restringir o acesso à sua plataforma em Seychelles, Hong Kong e Bermudas.

Segundo o anúncio publicado em 19 de agosto, para garantir a segurança dos fundos e a estabilidade da exchange, a empresa restringiu o acesso em países nos quais ela mantém os escritórios e trabalhadores de sua matriz - a HDR Global Trading Limited.

A BitMex também afirma que essa é uma medida proativa e observou: "Essa mudança não terá impacto financeiro nos negócios e afetará muito poucas pessoas".

Parte de uma iniciativa mais ampla

A BitMEX observou que o encerramento dos negócios nas áreas mencionadas é parte de um esforço mais amplo para trazer maior transparência ao espaço cripto, à medida que ele se torna mais regulado. A exchante teria objetivo de melhorar a transparência de seus sistemas e apresentar a lógica dos recursos da plataforma.

A BitMEX também diz estar trabalhando com auditorias independentes em seu fundo de seguridade, em atividades de criação de mercado e na estrutura de contratos negociáveis. A exchange espera divulgar os resultados dessas auditorias no futuro próximo.

A BitMEX é a segunda maior exchange cripto, com volume de negociação de US$ 2,5 bilhões registrado nas últimas 24 horas, segundo o CoinMarketCap

Como o Cointelegraph publicou em junho, a  Binance DEX, concorrente da BitMEX, exchange descentralizada desenvolvida pela grande exchange de criptomoedas Binance, bloqueou o acesso à sua interface web para usuários em 29 países.