Bitmain organiza evento para debater halving e futuro da mineração do Bitcoin; Jihan Wu 'quebra silêncio' e irá ao evento

A Bitmain, maior fabricante de equipamentos de mineração do mundo, anunciou a realização de um evento destinado a debater os futuros da industria de mineração e o impacto do halving na atividade, conforme comunicado de imprensa compartilhado com o Cointelegraph em 15 de setembro.

De acordo com o comunicado, a Bitmain reunirá grandes players do mercado, incluindo representantes do Bitcoin.com, Block One, BTC TOP, Genesis Mining, Antpool, F2Poll entre outros. O evento também marcará a primeira apresentação pública de Jihan Wu, co-fundador da Bitmain, que estava 'quieto' desde as mudanças na empresa que culminaram com a sua saída como CEO.

A segunda World Digital Mining Summit (WDMS), ocorrerá de 8 a 10 de outubro em Frankfurt. Segundo a Bitmain, durante a cúpula de mineração de dois dias, os participantes terão a oportunidade de realizar workshops, ouvir discursos das principais mentes da indústria e conhecer novos e antigos conhecidos da indústria de mineração.

"A cúpula chega em um momento importante para o desenvolvimento da indústria de mineração de criptomoedas, à medida que o setor amadurece e demanda por maneiras novas e inovadoras de aprimorar a mineração digital", diz o comunicado.

Um dos assuntos que serão debatidos no evento será o impacto do halving na mineração do Bitcoin. Programado para ocorrer em março de 2020, o halving reduzirá pela metada a recompensa por bloco minerado e tem sido apontado como peça chave para a valorização do BTC mas ainda é incerto como pode impactar a industria de mineração dado o tamanho do hashrate atual.

Como noticiou o Cointelegraph, recentemente a Bitmain, anunciou dois novos mineradores S17. Os dois novos ASICs de mineração, o S17e e o T17e, foram lançados em 9 de setembro. A empresa afirma que os dois novos modelos apresentam melhorias, que devem se traduzir em maior eficiência, operação mais estável e maior longevidade.

A Bitmain também divulgou as especificações de ambas as máquinas de mineração recém-anunciadas. O S17e tem uma taxa de hash de 64 TH/s e opera com uma eficiência de energia de 45 J/TH, enquanto o T17e oferece uma taxa de hash de 53 TH/s, a uma eficiência de energia de 55 J/TH.

Tanto o S17e quanto o T17e apresentam um sistema de dissipação de calor de tubo duplo, que supostamente melhora a eficiência com que as máquinas podem dissipar o calor. Isso deve aumentar a longevidade do hardware e sua estabilidade.