Bitcoin Firme Frente à Terceira Guerra Mundial

A recente tensão entre os EUA e a Coreia do Norte desempenhou seu papel no mercado global, provocando algumas das principais classes de ativos. No entanto, não sendo vinculado ou controlado por qualquer força centralizada, o Bitcoin não foi afetada pela notícia.

Durante a noite, as ações dos EUA sofreram uma grande queda, deixando suas águas calmas e caindo em um por cento. As ações no Reino Unido e na Europa também diminuíram também diminuíram em mais de um por cento

Rocha estável e subindo

A própria natureza do Bitcoin e parte do seu apelo é que não sente picos de volatilidade causados pela tensão e preocupação do mundo real. A escalada de tensões entre superpotências nucleares assusta muitos ativos e ações, mas tem tido pouco efeito sobre o Bitcoin, pois seu valor na verdade subiu ligeiramente enquanto os mercados tradicionais caíam.

Enquanto a tensão levou as ações para baixo um por cento, um grande movimento para ativos tão estáveis, o Bitcoin estava sendo negociando em torno de seu novo recorde de alta em US$ 3.400.

Não é apenas uma coisa do Bitcoin

Na verdade, todas as moedas digitais continuaram a subir e cair por suas próprias razões, totalmente alheias ao que está acontecendo globalmente.

O Bitcoin Cash foi o maior responsável pelas maiores quedas das criptomoedas do mundo, mas isso teve mais a ver com os usuários que relataram dificuldade em vendê-lo enquanto o  despejo dessa moeda de hard fork continua.

O Ethereum, a segunda maior moeda por limite d emercado, também sentiu pouca volatilidade, uma vez que permaneceu acima de US$ 300.

Diferentes balanços e reviravoltas

Criptomoedas são famosas por sua volatilidade, mas a não correlação entre o vacilante mercado global e as criptomoedas principalmente se mantendo no alto mostra que essas formas descentralizadas de moeda não serão afetadas como são os ativos tradicionais.