Bitcoin está acima de US$ 9,2 mil e 'colapso da volatilidade' antevê uma grande mudança

O Bitcoin (BTC) continuou sua tendência de baixa em 7 de novembro, mantendo o suporte acima de US$ 9.200 com dificuldades, enquanto os comentaristas de mercado permanecem realistas sobre o futuro.

Cryptocurrency market daily overview

Visão geral diária do mercado de criptomoeda. Fonte: Coin360

Movimento “muito maior” no preço do BTC poderia acontecer nesta semana

Os dados da Coin360 mostram que o par BTC/USD caiu 1,6% no dia, circulando em torno de US$ 9.250, após uma repentina queda nos mercados de US$ 9.200.

Esse nível está em jogo nas últimas 72 horas e passou por dois testes desde máximos locais de US$ 9.520 na segunda-feira.

O comportamento da semana continua uma tendência mais ampla relatada anteriormente pelo Cointelegraph - o Bitcoin permanece no limite entre US$ 9.000 e US$ 9.500.

Bitcoin seven-day price chart

Gráfico de preços de sete dias do Bitcoin. Fonte: Coin360

Agora, os comentaristas estão considerando o potencial de uma mudança no padrão à medida que a volatilidade diminui. Para Jim Wyckoff, da equipe da publicação sobre ouro Kitco, esse divisor de águas poderia aparecer antes do final da semana.

“A ação recente dos preços é instável, silenciosa e de lado. Esse 'colapso da volatilidade' sugere que um movimento de preço muito maior está bem no horizonte - talvez ainda nesta semana", resumiu ele na quarta-feira.

Wyckoff acrescentou que os otimistas ainda têm "uma pequena vantagem técnica geral de curto prazo", fortalecendo a possibilidade de uma quebra de cabeça.

Enquanto isso, para Michaël van de Poppe, colaborador regular do Cointelegraph, o Bitcoin parece estar em uma posição semelhante a 2016, pouco antes de os mercados começarem a atingir o máximo histórico de US$ 20.000.

Para ele, o Bitcoin atingir quase US$ 14.000 no meio do ano, seguido de um período de consolidação, significa que o próximo na fila é um aumento. Isso deve acontecer com a queda pela metade da recompensa por bloco (halving) do próximo mês de maio e pode levar o par BTC/USD a US$ 22.000.

"Ainda parece semelhante a 2016", disse ele a seus seguidores do Twitter na quarta-feira.

Altcoins derretem em meio a falta de impulso

Enquanto isso, as altcoins registraram um período de negociações sem brilho nas últimas 24 horas, com a maioria dos tokens perdendo vários pontos percentuais.

O Ether (ETH), maior altcoin em valor de mercado, perdeu o suporte em US$ 190 após um desempenho forte durante a semana.

Ether seven-day price chart

Gráfico de preços de sete dias do Ether. Fonte: Coin360

Outras se saíram pior, com o Stellar (XLM) da mesma forma revertendo seus ganhos para cair quase 8%. A exceção foi o Tezos (XTZ), que ganhou 25% com base em um acordo de staking com a exchange Coinbase.

O valor total do mercado de criptomoedas é de US$ 250 bilhões, com a participação do Bitcoin equivalente a 66,8% do total.

acompanhe os principais mercados de cripto em tempo real aqui