Ramsonware de Bitcoin está se tornando um Negócio Multimilionário: Pesquisa

A Universidade de Nova Iorque e os pesquisadores do Google que monitoraram as redes de pagamento de cibercriminosos anunciaram que os casos de ransomware aumentaram significativamente desde 2016 e gradualmente se tornaram um negócio multimilionário.

Eles alegaram que o crime é muito lucrativo e que está se tornando um "círculo vicioso" de ataques cada vez maiores.

De acordo com a liderança de pesquisa antiabuso do Google, Elie Bursztein, o crime de Ransomware está aqui para ficar.

"É um ciclo vicioso, quanto mais dinheiro eles ganham, mais agressivamente espalham o malware".

Resultados

Com base nos resultados do estudo, a indústria cibernética criminal, em geral, tem um futuro promissor, como mostra a quantidade de dinheiro arrecadado por criminosos em seus ataques.

Embora os dois maiores ataques de ransomware não pareçam gerar uma grande quantidade de dinheiro, os cibercriminosos estão desenvolvendo novas formas de ransomware para reforçar seus ganhos.

De acordo com os pesquisadores, a versão mais recente, Cerber, gerou consistentemente um pagamento de resgate de US$ 200.000 por mês em 2016.

Como funciona

Os cibercriminosos usam o software malicioso chamado Ransomware para infectar os computadores de suas vítimas e criptografar os arquivos nos computadores. As vítimas são então convidadas a pagar um resgate para que possam recuperar o acesso aos seus arquivos. Os pagamentos geralmente são feitos usando moedas digitais anônimas como o Bitcoin.

Os criminosos empregam vários métodos em seus ataques. Um método é o uso do ransomware-as-a-service, no qual eles alugam programas de ransomware e sistema de suporte necessários para receber o pagamento de outros criminosos. Eles então cobram uma certa porcentagem dos lucros sobre o uso dos programas como pagamento.

Outras estratégias incluem o uso de limites de tempo, após o qual eles excluem os arquivos criptografados, o uso da opção na qual as vítimas podem descriptografar seus arquivos de graça se ajudem a infectar outros computadores e o uso de um método no qual os resgates aumentam quanto mais tempo as vítimas levam para pagar.

As empresas estão preocupadas com o ataque cibernético pelo Bitcoin

Conforme relatado anteriormente, empresas do Reino Unido desconfiam de ataques ransomware e estão se abastecendo com alguns Bitcoins, a fim de se preparar para possíveis ameaças de ransomware. Enquanto nos EUA, os varejistas estão preocupados em aceitar o Bitcoin, pois 50% deles acham que são vulneráveis ​​a hackers.


Siga-nos no Facebook