Preço do Bitcoin cai abaixo de US$ 7.000, mas volta a subir após bater em US$ 6.800

O preço do Bitcoin (BTC) caiu abaixo do suporte de US$ 7.040 e iniciou um rápido declínio de 3%, para US$ 6.800 em 16 de dezembro.

A forte retração provavelmente não é surpresa para os traders, já que o Bitcoin tem caído em cada fechamento diário, com suportes anteriores de US$ 7.300 e US$ 7.150.

Cryptocurrency market daily overview

Visão geral diária do mercado de criptomoedas. Fonte: Coin360

Bitcoin chega em US$ 6,4 mil se US$ 6,8 mil falhar

No momento da redação deste artigo, o preço parece ter encontrado suporte em US$ 6.800, se recuperando levemente para US$ 6.900. No caso de US$ 6.800 falhar, os traders provavelmente apostarão perto de US$ 6.400, onde o preço pode refletir a linha de tendência do canal descendente.

Abaixo desse nível, US$ 5.800 e US$ 5.350 são os próximos níveis em que o Bitcoin poderia atrair compradores. Os comerciantes avessos ao risco esperarão a queda parar para determinar se a retração terminou.

Bitcoin 1-day price chart

Gráfico de preços de 1 dia do Bitcoin. Fonte: Coin360

O fato de os comerciantes estarem comprando a queda sugere que muitos veem a queda como uma oportunidade de abrir posições longas ou acumular mais Bitcoin.

Mais uma prova disso é suportada pelo nível aparentemente não afetado das posições longas na Bitfinex BTC / USD. Na verdade, o número de posições longas abertas aumentou na última hora.

BTC/USD Longs daily chart

Gráfico diário posições longas BTC / USD. Fonte: TradingView

Conforme relatado pelo Cointelegraph em 16 de dezembro, o analista filbfilb enfatizou que a ação atual do preço é esperada como parte de uma tendência de baixa de 6 meses. Mas o investidor continua a ter uma tendência de longo prazo e quer voltar a receber dinheiro assim que essa lacuna de CME for preenchida.

De acordo com filbfilb, a tendência de baixa está mostrando sinais de exaustão.

O valor total do mercado de criptomoedas é de US$ 188,7 bilhões no momento, com a maioria das altcoins piorando e a participação do Bitcoin subindo para 66,9%.

ACOMPANHE OS PRINCIPAIS MERCADOS DE CRIPTO EM TEMPO REAL aqui