Preço do Bitcoin pode chegar a US$ 20 mil em duas semanas e até US$ 100 mil neste ano, segundo analista de mercado

Os preços do Bitcoin (BTC) podem chegar à sua máxima histórica de US$ 20.000 nas próximas duas semanas - e alcançar os US$ 50.000 ou US$ 100.000 até o fim do ano, disse o analista da eToro Simon Peters em 26 de junho.

Segundo Peters, vai levar de 7 a 14 dias para o BTC chegar ao sua marca recorde de US$ 20.000, a partir de quando seu preço estava em US$ 11.800.

Ele defendeu que esta sua previsão para o curto prazo é baseada na suposição de que o Bitcoin manterá sua atual trajetória parabólica.

Peters acredita que este rali é diferente das altas passadas, pois é acompanhada por uma disparada nas buscas do Google pelo termo “comprar bitcoin” (buy bitcoin, no original) — indicando uma nova entrada de capitais no mercado, vinda de instituições e investidores que já havia investido seus fundos em stablecoins.

Respondendo se o atual crescimento é sustentado, Peters adicionou:

“Com o número de posições de venda no mercado, é possível que tenhamos uma correção muito em breve. Mas, mesmo neste caso, o Bitcoin continua no caminho certo para fechar a primeira metade do ano com uma nota altamente positiva. Poderíamos ver o Bitcoin atingindo US$ 50.000 ou até US$ 100.000 este ano. ”

O analista ainda notou que os ganhos do BTC são à custa de altcoins, algumas das quais atualmente sendo "atacados" à medida que são esvaziadas para mínimas significativas.

O avanço parabólico do Bitcoin continuea, vencendo os US$ 12.000 em 26 de junho — na primeira vez em que a criptomoeda atingiu a marca em mais deum ano.

Os dados do CoinMarketCap também sugerem que o BTC passou dos 60% em dominância do mercado, na primeira vez desde abril de 2017, com capitalização de US$ 226 bilhões.