Trader de Bitcoin diz que a cripto está em ascensão, apontando para os US$ 11.000

O preço do Bitcoin (BTC) voltava a uma alta no dia 19 de agosto, com os mercados procurando sair da negociação de lado da semana passada.

Market visualization

Visualização de mercado. Fonte: Coin360

Bitcoin constroi suporte nos $10K

Dados da Coin360 revelaram que o Bitcoin desafiava a faixa dos US$ 11.000 em tradings matinais e a segunda-feira gerou ganhos de quase 5%.

Os mercados pareciam reagir à notícia de que a exchange de criptomoedas Binance planejava lançar sua própria versão da moeda digital Libra do Facebook, no que também é uma resposta direta ao banco central da China.

No momento desta publicação, o BTC/USD circulava em torno de US$ 10.650, com ganhos diários de 4,9%, enquanto o progresso semanal ainda totalizava perdas de 5,5%.

Bitcoin 7-day price chart

Gráfico de preços de 7 dias do Bitcoin. Fonte: Coin360

Embora não houvesse grande motivo para comemoração, os analistas estavam de olho no potencial de progresso adicional para US$ 11.000, dentro de um contexto maior de resistência superior em torno de US$ 12.000.

Mati Greenspan, analista sênior de mercado da plataforma de negociação eToro, do Reino Unido, identificou uma tendência de alta para o par, enquanto notou que o progresso ascendente não era garantido.

O analista Josh Rager forneceu uma explicação sobre o desempenho de longo prazo do Bitcoin, argumentando que os investidores haviam terminado de comprar moedas mais baratas depois de faturar com os lucros do par BTC/USD em torno de US$ 13.800.

"Na minha opinião, isso parece ser um grande reacúmulo, após os grandes participantes lucrarem perto dos US$ 14 mil", resumiu ele no sábado.

Ele acrescentou ainda que considera improvável que o Bitcoin caia abaixo da alta faixa de US$ 8 mil.

Altcoins (enfim) voltam dos mortos

Os investidores de altcoin também tiveram sobre o que falar nesta semana, já que os ganhos do Bitcoin contribuíram para uma recuperação de baixas anteriores.

Como o Cointelegraph relatou, os mercados registraram um declínio considerável na semana passada, com algumas altcoins caindo para baixas em relação ao Bitcoin não visto há anos.

O Ether (ETH), o maior ativo de altcoin por capitalização de mercado, subiu 8,3% para atingir os US$ 200 novamente, de alguma forma, para os níveis anteriores de US$ 225 vistos antes de seu último declínio.

Ether 7-day price chart

Gráfico de preços de 7 dias do Ether. Fonte: Coin360

Outros tokens entre os dez primeiros seguiram o exemplo, com Bitcoin Cash (BCH), Litecoin (LTC) e XRP produzindo ganhos entre 6% e 8% no dia.

O aumento teve um efeito significativo sobre o teto de mercado global da criptomoeda, que na segunda-feira ficou em pouco menos de US$ 280 bilhões, com a ação do Bitcoin batendo em 69%.

acompanhe os principais mercados de cripto em tempo real aqui